O ex-ministro da Justiça Sergio Moro, concedeu entrevista neste domingo, 24, ao programa Fantástico, da Rede Globo, onde afirmou que o combate à corrupção não foi pauta central do governo Bolsonaro.

"Me desculpem aqui os seguidores do presidente, se essa é uma verdade inconveniente, mas essa agenda anticorrupção não teve um impulso por parte do presidente da República para que implementássemos", declarou Sergio Moro.

Moro ainda fez comentários com críticas à falta de diálogo do governo, mais especificamente o presidente Bolsonaro, com ideias contrárias. "A minha lealdade ao próprio presidente demanda que eu me posicione com o que eu penso, e não apenas concordando com a posição do presidente. Se for assim, não precisa de um ministro, precisa de um papagaio", afirma o ex-ministro.