Virada Inclusiva disponibiliza dança, capoeira e artesanato

Costa Norte
Publicado em 10/12/2011, às 09h47 - Atualizado em 23/08/2020, às 13h30

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Por Ana Cláudia Gomes

 O Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, comemorado em 03 de dezembro, em Bertioga, contou com uma atividade especial, que aconteceu na data (03), no Parque dos Tupiniquins: a 2ª Virada Inclusiva.

Diversas atividades artísticas e culturais foram desenvolvidas durante todo o dia com o objetivo de promover a integração da pessoa com deficiência. A iniciativa foi do Condefi (Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência) e contou com apoio da prefeitura.

Condefi

Para o presidente do Condefi, Augusto Coelho, eventos como esse são importantes para mostrar que a pessoa com deficiência é capaz de desenvolver qualquer atividade. “E o que temos aqui é um pouco de tudo que eles fazem”, disse.

Teatro e artesanato

Os alunos da Apae-Bertioga realizaram apresentação de dança e o artesanato produzido durante o ano ficou em exposição, inclusive, para comercialização. A presidente da entidade, Miriam Pereira, reforçou a importância do evento. “Eles se sentem integrados à sociedade e se sentem importantes durante as apresentações”. O grupo de capoeira Caravela Negra, que realiza trabalho voluntário com os alunos da Apae e do Nace (Núcleo e Apoio à Criança Excepcional), também fez apresentação durante a Virada Inclusiva.

Praia Acessível

As cadeiras anfíbias do programa estadual ‘Praia Acessível’ e os caiaques adaptados do projeto municipal Ecocaiaque também ficaram à disposição, na ocasião.

Sociedade justa

O prefeito Mauro Orlandini acompanhou as apresentações e considerou o evento importante para a formação da sociedade. “É uma forma de garantir a participação de todos, indistintamente, contribuindo para a formação de uma sociedade mais justa”.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!