Titãs e Raça Negra fazem show em comemoração ao aniversário da cidade

Costa Norte
Publicado em 03/05/2013, às 15h05 - Atualizado em 23/08/2020, às 13h59

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte
Sesc é quem presenteia a cidade, com o show dos Titãs

O rock dos anos 80 dos Titãs, um dos grandes expoentes do rock nacional nos últimos 30 anos, e o pagode romântico do grupo Raça Negra animarão a festa em comemoração aos 22 anos de emancipação político-administrativa de Bertioga, no próximo dia 19. O Sesc presenteia a cidade, no dia 17, às 21 horas, com os Titãs; e a prefeitura, por meio da Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura, traz o Raça Negra, que se apresenta no dia 18, a partir das 22 horas. Os shows terão lugar no palco montado na Praça de Eventos, na Praia da Enseada – ao lado do Parque dos Tupiniquins, centro. Há 30 anos na ativa, a banda Titãs tornou-se umas das quatro maiores do rock brasileiro, ao lado de Legião Urbana, Os Paralamas do Sucesso e Barão Vermelho. A banda apostou na diversidade, misturando estilos como punk, funk, hard rock, pop, new wave e MPB. Mudou de imagem e de intenções diversas vezes. Com isso, conseguiu realizar uma façanha, a de manter por todos esses anos um público fiel. Com certeza, causou muita controvérsia, pois não hesitou em fazer duras críticas à sociedade, e incluir palavrões em suas músicas.

Especial Em Bertioga, o grupo paulistano traz um show especial com o repertório de Cabeça Dinossauro, seu terceiro e mais cultuado álbum, lançado originalmente em 1986, que inclui canções como ‘Polícia’, ‘Porrada’, ‘Bichos Escrotos’ e ‘Homem Primata’, além de outros sucessos da banda, entre eles, ‘Sonífera Ilha’, ‘O Pulso’, ‘Pra Dizer Adeus’, ‘Marvin’ e ‘Epitáfio’.

Raça Negra O Raça Negra é um dos grupos pioneiros do desenvolvimento do pagode romântico, com um estilo de samba carregado de romantismo. Liderado pelo vocalista Luiz Carlos, seu início se deu na periferia da Zona Leste de São Paulo, em 1983, como um trio. A banda gravou seu primeiro disco (já com sete integrantes) em 1991, oito anos depois de ser criada. Lançando um disco a cada ano, emplacaram inúmeros sucessos como “Cigana”, “Doce Paixão” e “Cheia de Manias”, e deu início à era do pagode, o samba paulista, que tomaria de assalto as rádios populares no início dos anos 90. Lançou mais de 18 discos. O sucesso se manteve por boa parte da década. Entre os grandes sucessos, o grupo apresenta: ‘Me Leva Junto com Você’, ‘Preciso Dar um Tempo’, ‘Maravilha’, ‘Perdi Você’, ‘Não Posso Dizer Adeus’, ‘Cigana’, ‘Espelho’; ‘Deus Me Livre’, ’ Estou Mal’, e muitos outros.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!