Santos Offshore será oportunidade de pequenas e médias empresas participarem da cadeia de petróleo e gás

Costa Norte
Publicado em 11/10/2012, às 09h40 - Atualizado em 23/08/2020, às 13h50

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Com o pré-sal na Bacia de Santos estima-se um volume de investimentos de US$ 25 bilhões no Estado de São Paulo para os próximos três anos. Muitas pequenas e médias empresas desejam participar da cadeia produtiva de petróleo e gás, mas, muitas vezes, não sabem como ou acham que não têm estrutura para atender as demandas. Essa é justamente uma das propostas da ‘Santos Offshore Oil & Gas Expo 2012’, principal encontro de negócios para as empresas que atuam na Bacia de Santos, que será realizada de 16 a 19 de outubro, no Mendes Convention Center, em Santos.

A Santos Offshore vai funcionar de terça a quinta-feira (16 a 18), das 14h às 21h; e na sexta (19), das 14h às 19h

Com mais de 100 expositores são esperados 16 mil visitantes no evento, que terá diversas rodadas de negócios, sendo uma delas organizada pelo Sebrae-SP, em parceria com a Onip (Organização Nacional da Indústria do Petróleo).

Mapeamento Para auxiliar as MPEs (Micro e Pequenas Empresas), a acessarem a cadeia de petróleo e gás, o Sebrae-SP elaborou no ano passado, com o apoio da Petrobras, o ‘Mapeamento da Demanda e Oferta de Bens e Serviços da Cadeia de Petróleo e Gás na Baixada Santista’. Esse estudo inédito no Estado de São Paulo traçou um perfil das reais demandas das grandes empresas que atuam neste segmento na região, bem como as dificuldades encontradas pelas MPEs para realizar negócios com esta cadeia.

Potencial “A informação reveladora da pesquisa é que 85,2% das MPEs entrevistadas têm interesse em fornecer para a cadeia. As que demonstraram desinteresse nesse sentido [14,77%] alegam não possuir tamanho, potencial ou estrutura para fornecer. No entanto, 80% afirmaram conhecer o alto volume de investimentos que cerca a cadeia, mas apenas 45% delas conseguem se enxergar como fornecedoras desta cadeia atualmente”, explica o gerente do Sebrae-SP na Baixada Santista, Paulo Sérgio Brito Franzosi.

Expectativas As expectativas para as rodadas de negócios na Santos Offshore são grandes, pois nesta edição, além do apoio da Petrobras, há uma parceria com a Onip, cujas associadas são as grandes petrolíferas sediadas no Brasil. A Santos Offshore é organizada e promovida pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, maior organizadora nacional e internacional de feiras e eventos e mesma organizadora da World Future Energy Summit, Brasil Offshore e SPE Offshore Europe, os maiores eventos do segmento no mundo. A Santos Offshore foi adquirida em 2011 e passa a fazer parte da rota dos principais eventos internacionais e na agenda de empresários e grandes compradores internacionais do setor.

Apoiadores O evento conta com o patrocínio da Petrobras e apoio do IBP (Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis), Abimaq (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), Onip, Ceise Br (Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis), Sebrae-SP, ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de SP) e Secretaria de Estado de Energia.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!