Ruas de Bertioga ficam intransitáveis após chuvas

Costa Norte
Publicado em 18/06/2012, às 10h52 - Atualizado em 23/08/2020, às 13h43

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Por Ana Cláudia Gomes

Depois de um período de chuvas, várias ruas de Bertioga ficaram intransitáveis, devido aos buracos e à lama que se formou nas vias. Com a estiagem desta semana, a Secretaria de Serviços Urbanos da cidade iniciou trabalhos de microdrenagem, com a colocação de tubulação para escoar a água da chuva.

Segundo o diretor de Serviços Urbanos, Roberto Tadeu Julião, duas frentes de trabalho atuaram esta semana, nos pontos mais críticos. “Estamos trabalhando na Estrada 4, nas Chácaras Vista Linda, e no Jardim Rio da Praia”, disse.

A rua Reverendo Augusto Paes D´Ávila recebeu 130m de rede de drenagem, entre a rua João Ramalho e a praça Primavera. “Essa tubulação vai interligar com o canal de drenagem do Maitinga, permitindo também escoar a água da rua João Ramalho, que é motivo de muita reclamação dos moradores”, completou Julião.

Oswaldo Cruz

Duas ruas na região central concentram grande reclamação dos moradores: a Oswaldo Cruz, principalmente no trecho entre a av. Anchieta e a rua Luiz Pereira de Campos, e a Rodrigues Alves, entre as ruas Afonso Pena e Luiz Pereira de Campos. A primeira via é o principal acesso dos pedestres a Vicente de Carvalho II, um dos bairros mais populosos do município. Ainda na Oswaldo Cruz, a situação se agrava mais devido ao trânsito de ônibus, uma vez que a rua é rota de três linhas de coletivos.

Nas calçadas

“Para resolver o problema, teria que calçar a rua”, reclama o aposentado Luiz Ivan Ferreira, que mora na Oswaldo Cruz e necessita utilizar-se de uma cadeira de rodas. Ele, assim como muitos outros moradores, ainda reclama que a calçada da sua casa já foi destruída pelo tráfego de veículos, que usam irregularmente esse espaço público destinado aos pedestres para desviarem das grandes poças d’água existentes na rua.

Rodrigues Alves

“É uma rua no centro da cidade e está em péssimas condições. As ruas do Vicente de Carvalho II estão muito melhores”, comentou Nelson Cândido de Souza, morador na rua Rodrigues Alves.

Solução

De acordo com Julião, a previsão é de que até o final desse mês de junho uma frente de trabalho seja destacada para realizar a microdrenagem nas 2 ruas, além das imediações da rua Henrique Montez, na confluência com a Bartolomeu Fernandes Gonçalves, outro ponto de alagamento em períodos chuvosos.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!