Polícia Civil prende receptadores de objetos pertencentes a veículo furtado

Costa Norte
Publicado em 09/05/2015, às 10h14 - Atualizado em 23/08/2020, às 14h35

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte
Danillo e Josemar foram autuados em flagrante por crime de receptação. Mas pagaram fiança e foram liberados

Dois homens foram autuados em flagrante, na delegacia de Guarujá, por receptação de objetos pertencentes a um veículo furtado dia 1º de maio, na rua João Ramalho, atrás do Hotel 27, na praia da Enseada, em Bertioga.  A investigação foi feita por policiais civis da delegacia de Bertioga, que chegaram aos acusados, moradores de Guarujá, após denúncia de venda de uma prancha via Facebook.

A prancha e outros objetos, como vestes, quilhas, casacos, óculos de sol e capa de prancha, estavam no interior do veículo furtado na praia da Enseada, dia 1º de maio. O carro pertencia a um surfista da capital, que passava o feriado em Guarujá com dois amigos, e resolveu surfar em Bertioga.

De volta à capital, após ver o anúncio da prancha sendo negociada na rede social, a vítima entrou em contato com a delegacia de Bertioga. Os investigadores passaram a negociar a compra e marcaram o encontro com o receptador em um posto de gasolina, no Perequê, onde foi dada a voz de prisão a Danillo dos Santos, de 23 anos, morador no bairro Perequê, em Guarujá.  Em sua residência, foi recuperada parte dos objetos furtados. Mas ele informou ter adquirido a prancha de outro indivíduo e levou os policiais até a casa do segundo acusado  Josemar Vinicius Souza, de 28 anos, morador do bairro Paecará, no mesmo município.

Josemar confessou ter comprado os objetos na feira do rolo, em Vicente de Carvalho, de um indivíduo desconhecido.  Em sua posse, foi encontrado um óculos de sol de propriedade de uma das vítimas. Ambos foram levados à delegacia de Guarujá, na qual a vítima também reconheceu o casaco, em uso por Josemar.

Em pesquisa via Prodesp (portal do governo do estado de São Paulo), foi constatado que Josemar  Vinícios  Souza possui antecedentes criminais por furto. Já Danillo dos Santos não possuia antecedentes. Os dois foram presos em flagrante, indiciados pelo delito de receptação. Mas, como o crime em questão admite fiança, o direito lhes foi concedido e pago por eles, com fundamento no artigo 326, do Código Processo Penal – CPP.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!