Irmãos são acusados de violentar vizinha menor, com problemas cognitivos

Costa Norte
Publicado em 16/09/2013, às 06h04 - Atualizado em 24/08/2020, às 01h22

FacebookTwitterWhatsApp

Dois irmãos, com idades de 54 e 56 anos, moradores da região central de Bertioga, são acusados de abusar da vizinha, uma menor de idade, com problemas cognitivos (dificuldade ao executar um ou mais tipos de tarefas mentais). M.R.S.F. foi detido em flagrante, enquanto o irmão, G.R.S.F., ainda está em liberdade, no aguardo de decisão judicial. O crime aconteceu no dia 24 de agosto, mas só foi divulgado nessa semana pela Polícia Civil. Testemunhas, segundo a polícia, teriam flagrado um dos acusados em atos libidinosos com a estudante, de 13 anos, que estava sozinha em sua própria casa. A PM (Polícia Militar) foi acionada e M.R.S.F. foi detido, em flagrante. O delegado José Aparecido Cardia, que registrou a ocorrência, informou que, apesar de M.R.S.F. ter sido surpreendido cometendo o ato criminoso contra a menor, ele negou o fato. “É um aspecto até esperado por pessoa que pratica esse tipo de crime que, ao ser pega, fica envergonhada, mas não tem o mínimo de pudor quando se lança contra uma criança incapaz de entender o que está acontecendo”. Em depoimento na delegacia, a vítima teria contado o ocorrido, e ainda relatado que o irmão do acusado, G.R.S.F., também teria praticado atos libidinosos semelhantes contra a vítima, dias atrás. “A criança ficava sozinha e esses dois irmãos iam até lá, em horários diferentes, e acabavam assediando essa criança. A própria vítima resolveu contar a verdade, não só sobre o indivíduo que foi preso, sob os olhares de testemunhas, mas também sobre o irmão dele, que frequentava o imóvel. Apesar de não haver testemunhas desse outro indivíduo praticando o ato libidinoso, há o relato de testemunhas que o viram entrando na casa. E há o relato da vítima, que merece toda fé pública e merece ser levado como prova”, disse Cardia. O caso foi registrado na Delegacia de Bertioga.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!