Curso de férias atrai 60 crianças de escolas públicas e particulares

Costa Norte
Publicado em 19/07/2013, às 19h35 - Atualizado em 23/08/2020, às 14h03

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Por Antonio Pereira

Alunos chegam sorridentes ao Forte São João Crianças percorreram trilhas, passearam pelo canal e aprenderam sobre tábua de marés

A previsão inicial era de que 40 alunos participassem do curso de férias promovido pela Secretaria de Meio Ambiente de Bertioga, porém, o número foi facilmente superado e 60 crianças, com idade entre 8 e 12 anos, compareceram na última segunda-feira (15), no Forte São João. Este ano, o tema foi ‘No manguezal tem água, tem lama, tem vida, em trama’, com atividades práticas e teóricas. Na próxima semana, um novo grupo de alunos participará de atividade semelhante no Viveiro de Mudas ‘Seo Léo’, no Parque Estoril. Chegando aos poucos no Forte São João, por volta das 14 horas, os pequenos foram divididos por faixa etária e em grupo. Após um breve credenciamento, eles se apresentaram e falaram sobre a expectativa para o curso de férias, antes da primeira aula, ministrada pelos estagiários da pasta de Meio Ambiente. Esse primeiro encontro deveria ser no barco-escola Arca do Saber, mas devido à chuva no dia, o cronograma de atividades foi alterado e os alunos permaneceram na fortaleza.

Expectativas Questionada sobre as expectativas em relação ao curso, a criançada demonstrou conhecimento sobre o tema, mas poucos já foram ao mangue. “Parece ser meio nojento. As pessoas vão lá pra pegar caranguejo e caranguejo é gostoso”, apontou Iury Cordero Pedroso, de 12 anos, do Colégio Objetivo, que já participou do programa em 2012. Outra que também é presença certa no curso de férias é Manoelle Maria da Silva, também de 12 anos, da Escola Estadual Maria Aparecida. “É legal porque a gente conhece outras crianças e sempre tem um assunto legal. O mangue é o berço da vida marinha”, observa Manoelle. No ano passado, a atividade aconteceu no Viveiro de Mudas e os pequenos aprenderam sobre as abelhas.

Passeios Apesar da primeira aula não ter sido prática, ao longo da semana, as crianças foram apresentadas ao ecossistema do mangue. Percorrendo pequenas trilhas, elas também passearam pelo canal de Bertioga a bordo do barco-escola Arca do Saber e aprenderam ainda sobre tábua de marés e suas interferências nos manguezais. Segundo a chefe de seção de fauna e flora do município, Milene Lyra, a interação foi de forma dinâmica e criativa, por meio do acesso à teoria e interações com o ambiente, fornecendo subsídios para uma conscientização contínua. “Eles tiveram acesso ao vivencial e puderam pegar na lama, ver o movimento da maré, dormiram no forte, enfim, fizemos o possível para termos uma aula leve e divertida que é, de fato, o que importa”, ressalta.

Nova edição As crianças com idade entre 8 e 12 anos que não participaram do curso de férias sobre manguezais poderão aprender sobre reciclagem. Assim como o curso sobre manguezais, este também terá duração de uma semana e os alunos terão aulas práticas, desta feita no Viveiro de Plantas ‘Seo Léo’, na rua Manoel Gajo, s/n°, no Parque Estoril, próximo à delegacia de polícia. As atividades começarão às 14 horas de segunda-feira (22).

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!