Boraceia recebe profissional do Mais Médico

Costa Norte
Publicado em 14/02/2014, às 10h44 - Atualizado em 23/08/2020, às 14h14

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte
Tiago de Sá Werneck já atende na UBS do bairro

Oriundo da cidade de Miraí (MG), o clínico geral Tiago de Sá Werneck é o terceiro médico do programa do governo federal Mais Médicos alocado para trabalhar em Bertioga. Ele iniciou as atividades na segunda-feira, 3, e atende a comunidade de Boraceia, na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro, juntamente com outros dois profissionais, também integrantes do programa. Segundo o diretor de Administração e Planejamento Estratégico da Secretaria de Saúde Cássio Rosinha, Bertioga já aderiu ao 4º ciclo do Mais Médicos, e solicitou mais sete profissionais. De acordo com o cronograma do Ministério da Saúde, a publicação do edital com a alocação dos médicos em cada município deve ocorrer no início de março. “Ainda não sabemos com quantos o município será contemplado, uma vez que também depende do interesse do profissional. Mas, quantos vierem serão bem aproveitados”, comentou o diretor. Os profissionais têm carga horária de 40 horas semanais, sendo 10 horas para capacitação. Segundo o diretor, um médico indicado pelo Ministério da Saúde é responsável pelo treinamento e os salários são pagos pelo governo federal. “A autorização para o pagamento é feita pela Secretaria Municipal de Saúde, mediante relatório. A municipalidade é responsável pelo auxílio-moradia e alimentação, no valor de R$ 1.871,00 para cada profissional”, explicou o diretor.

Saúde da Família De acordo com o secretário de Saúde, futuramente, os médicos atuarão no Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACs) para Estratégia Saúde da Família (ESF), previsto para ser implantado em Boraceia, após processo seletivo para agentes comunitários. As equipes do ESF são formadas por um médico, um enfermeiro, dois técnicos auxiliares, oito agentes comunitários, um recepcionista e um administrativo. Para Cássio Rosinha, a contratação dos profissionais é o primeiro passo para a implantação da ESF no município. “Esse programa muda o modelo de assistência à saúde, priorizando o atendimento básico para a população”.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!