Bairros amanhecem inundados após chuva no final de semana

Costa Norte
Publicado em 17/04/2014, às 15h22 - Atualizado em 24/08/2020, às 01h30

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Por Antonio Pereira

Defesa Civil atendeu chamados no Morada da Praia, em Boraceia

A chuva do último final de semana (12 e 13) inundou vários bairros de Bertioga, o que comprometeu a saída de casa e a chegada ao trabalho de milhares de moradores. O estrago maior foi em Boraceia, cujas principais ruas do bairro e do condomínio Morada da Praia ficaram intransitáveis. Além disso, o muro de uma colônia de férias desabou próximo a uma escola municipal. Apesar do susto não houve feridos. Para o empreiteiro de obras Isaias de Oliveira, o caos foi o primeiro de outros que devem acontecer em todo o outono. “No domingo, eu tive que deixar o carro em um restaurante porque se eu fosse adiante ele atolava”. Já a cozinheira Camila Souza ressaltou a sorte pelo muro ter caído durante a madrugada. “Meu filho estuda nessa escola. Imagina o perigo disso ter caído em uma criança”. Em visita às ruas para conferir os problemas de perto, o vice-presidente da Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) Boraceia Viva, Ubirajara Gonçalves de Lima, reclamou do remanejamento do aterro no local. “Aqui, o que nós vemos é que a prefeitura retira a terra do fundo do bairro para cobrir a frente. Nós temos uma administração regional, mas ela é inoperante”, afirmou, referindo-se às ruas Afio Peconáro Júnior, Emílio Justo e Geraldo Rodrigues Montemor. Moradores de Vista Linda, Chácaras, Jardim Rafael e Indaiá também demonstraram descontentamento nas redes sociais. O assunto também teve repercussão na 10ª sessão da Câmara Municipal realizada na terça-feira. Segundo o vereador Pacífico Júnior (PROS), o problema é inerente a todos os bairros, com exceção dos loteamentos Hanga Roa e Riviera de São Lourenço. De acordo com a Defesa Civil municipal, no final de semana choveu o equivalente a 27 milímetros, o que não é muito superior ao registrado em outros dias, e o principal fator para as inundações foi o aumento de volume na tábua de marés. “Para se ter uma ideia, o nível do rio Vermelho, que passa por trás do condomínio Morada da Praia, subiu 1,5 metro, o que não é comum”, afirmou o diretor Plínio Aguiar. O nível normal do rio é de 1,20 metro. A corporação segue monitorando o local e pode ser acionada a qualquer momento pelo telefone 199. Em nota, a prefeitura de Bertioga informou que, no momento, não seria possível realizar os serviços de limpeza das ruas em virtude da alta da maré e que, assim que ela baixar, a desobstrução de valas será realizada.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!