Antonieta cobra do ministro dos Portos a manutenção da Rua do Adubo

Costa Norte
Publicado em 12/08/2011, às 17h06 - Atualizado em 23/08/2020, às 13h21

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

A prefeita de Guarujá, Maria Antonieta de Brito (PMDB) recebeu a visita do ministro Leônidas Cristino, da Secretaria Nacional dos Portos, no início da tarde desta sexta-feira (12). Ela aproveitou a oportunidade para cobrar do ministro algumas demandas, como a manutenção da Rua Idalino Pinez, conhecida como Rua do Adubo, e a disponibilização de locais para estacionamento de caminhões na área portuária.

Para a prefeitura, a responsabilidade pela principal via de acesso da Rodovia Cônego Domênico Rangoni ao Porto de Guarujá deve ser da Autoridade Portuária, já que cerca de 98% do movimento de veículos na via pública é portuário. A manutenção da Rua do Adubo seria viabilizada pela Codesp durante todo o período de construção da Perimetral.

Decreto de cessão

“É justo que haja uma contrapartida do Porto. Isso vai contribuir com a segurança dos caminhoneiros e moradores locais”, ponderou Antonieta.

Cristino acenou positivamente à solicitação. Em breve, um decreto de cessão de uso deverá ser assinado pela prefeita, passando a responsabilidade da via pública à Codesp por um prazo a ser determinado.

Píer do Góes

Antonieta também pediu o apoio de Cristino para a construção de um novo píer na Praia do Góes. A dragagem do Porto de Santos acelerou o processo de assoreamento do local. Tudo leva a crer que o aprofundamento do canal está provocando uma mudança na dinâmica das ondas. Esse fator, agravado pelas constantes ressacas, causou a destruição do píer e da trilha que liga à Praia do Góes a Santa Cruz dos Navegantes, único acesso por terra à comunidade.

Aqui ou lá

O ministro pediu ao presidente da Codesp, José Roberto Correia Serra, que o acompanhou ao encontro, um levantamento para que seja verificada a viabilidade jurídica e os custos da obra. “Se não for resolvido por aqui, quero que me passem a questão. Vou tentar resolver por lá”, afirmou Cristino.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!