A Polícia Civil e o Ministério Público de São Paulo fazem hoje, 29, uma operação em 180 municípios do estado contra desvios de dinheiro na saúde. A Operação Raio X envolve 816 policiais e 30 promotores para o cumprimento de 237 mandados de busca e 64 de prisão. As irregularidades são apuradas ainda em 57 municípios de outros estados, como Pará, Paraná, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul.

Participe dos nossos grupos 👉 http://bit.ly/COSTAINFO5 📲 Informe-se, denuncie ℹ

A operação é resultado de cerca de dois anos de investigação que apontaram a existência de um esquema de corrupção envolvendo agentes públicos, empresários e profissionais liberais. Segundo a apuração, foram desviados milhões de reais por meio de contratos de gestão de saúde com organizações sociais. Esses termo eram firmados a partir de licitações fraudadas ou superfaturadas.

O governador João Doria disse que determinou que o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, faça um "pente fino" nos contratos que o governo de São Paulo mantém com organizações sociais. "Não vamos tolerar que o estado seja vítima de inescrupulosos", enfatizou no Twitter ao comentar a operação de hoje.

https://twitter.com/jdoriajr/status/1310923756680994816?ref_src=twsrc%5Etfw%22%3ESeptember%2029%2C%202020%3C%2Fa%3E%3C%2Fblockquote%3E%20%3Cscript%20async%20src%3D%22https%3A%2F%2Fplatform.twitter.com%2Fwidgets.js%22%20charset%3D%22utf-8%22%3E%3C%2Fscript%3E

Edição: Graça Adjuto

Fonte: EBC Saúde