Alerta de Gatilho: Atenção, esta matéria pode acionar gatilhos emocionais nocivos em indivíduos que sofrem com ideação ou tendências suicidas. Se você é acometido(a) por tais enfermidades, recomendamos que não prossiga com a leitura e contate o Centro de Valorização da Vida (CVV) por meio do número 188 e demais canais de atendimento. O CVV realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias.

                                                     **********

Um homem se jogou do 17º andar de um prédio no Centro de São Paulo (SP), com a filha de seis anos no colo, nas primeiras horas da manhã deste sábado (5). 

O homem deixou uma carta. Ele era procurado pela Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal), ainda não se sabe por qual delito. Aproximadamente às 5h10 da manhã, o suspeito pulou do Hotel San Raphael, no Largo do Arouche. Pai e filha morreram no local.  

De acordo com informações preliminares da PM, pai e filha eram da Espanha. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), o homem tinha 53 anos.

Na carta, escrita no idioma do país europeu, o homem afirma que não queria dar uma vida miserável à filha e nem viver com ela nas ruas. Na carta, ele também pede desculpas ao hotel onde estava hospedado com a filha desde o último dia 31.

Clique e faça parte do nosso grupo no WhatsApp ➤ http://bit.ly/CostaNortesonoticias3 & receba matérias exclusivas. Fique bem informado! 📲

Ele relata que veio ao Brasil após uma promessa de emprego e documentos limpos que não se concretizaram. Ele diz que, atualmente, estava no Brasil ilegalmente e que sobrevivia vendendo churrasquinhos.

Em vistoria, a polícia encontrou os documentos de ambos e confirmou que eles eram mesmo pai e filha. Não havia sinais de violência no quarto. A investigação vai analisar as imagens das câmeras de segurança do local em busca de provas que possam ajudar e elucidar o crime.

O quarto do hotel foi isolado para perícia. Segundo a SSP, o caso foi registrado como homicídio simples e suicídio pelo 2º DP (Bom Retiro) e encaminhado ao 3º DP (Campos Elíseos). Foram solicitados exames periciais ao Instituto de Criminalística (IC) e Instituto Médico Legal (IML).