O 29º Batalhão da Polícia Militar Metropolitana, da Zona Leste da Capital, recebeu variadas denúncias sobre um indivíduo de atitude suspeita rodeando uma lotérica na Itaim Paulista. Porém, ao abordarem o suspeito na rua Monte Camberela, os oficiais se surpreenderam por se tratar de um cabo da Polícia Militar de Mogi das Cruzes.

Clique e faça parte do nosso grupo no WhatsApp http://bit.ly/CostaNortesonoticias4 & receba matérias exclusivas. Fique bem informado! 📲

O cabo foi identificado por testemunhas como responsável por uma onda de crimes na última semana, sendo autor de dois roubos a casas lotéricas, no sábado (29), e um roubo de pedestre no domingo (31).

O oficial estava lotado desde março no 17º Batalhão de Mogi e foi preso na capital paulista por suspeita de crimes usando a arma da corporação. O indivíduo foi levado ao 67ºDP, do Jardim Robru, para registrar a ocorrência na Polícia Civil.

Foi efetuada prisão preventiva e apreensão da arma de fogo e motocicleta usada por ele. Em posicionamento, a corporação da Polícia Militar informa que não compactua com desvios de conduta e, como esse caso bem demonstra, não deixa de agir mesmo quando o suspeito pertence às fileiras da Instituição reafirmando, assim, o seu compromisso de proteger as pessoas, combater o crime e respeitar as leis, sendo implacável na depuração interna. De forma preventiva, o PM será afastado das atividades operacionais.

NOTÍCIA RELACIONADA:  Funcionário da Câmara de São Sebastião é preso por tráfico de drogas