Em apoio ao Comitê de “Blitz” criado pelo Governo do Estado de São Paulo, para reforçar a fiscalização do cumprimento das medidas restritivas contra a pandemia e atuar contra festas e aglomerações na cidade de São Paulo, policiais civis do Grupo Armado de Repressão a Roubos (Dope) foram designados para realização de diligências junto ao local dos fatos, haja vista notícia da realização de um evento clandestino no local.

No local, no bairro Cidade Líder, os policiais constataram tratar-se de um estabelecimento comercial e, no momento da chegada dos policiais, havia 269 pessoas participando da festa. 

A diligência foi acompanhada por agentes da Vigilância Sanitária da Prefeitura de São Paulo – Secretaria Municipal de Saúde – Coordenação de Vigilância em Saúde – COVISA, agentes da Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor – PROCON, não sendo lavrados autos de infração, devido a ausência de responsável ou frequentadores no local. 

Diversos objetos foram apreendidos e foi requisitada perícia no estabelecimento.

Os realizadores do evento foram encaminhados à 3ª Delegacia de Polícia da Divisão de Investigação sobre Crimes contra a Administração (DPPC), para os procedimentos de Polícia Judiciária.

O estabelecimento foi multado e interditado. Fonte: Polícia Civil SP