Nesta manhã (13), policiais civis da Divisão Especializada de Investigações Criminais de São Bernardo do Campo (Demacro) deflagraram a “Operação Sarkasmus”, decorrente de investigação acerca de quadrilha de estelionatários que praticavam fraudes bancárias, em diversas cidades do estado de São Paulo.

Após a prisão de um homem, em julho de 2020, foi realizada a análise dos dados do aparelho celular encontrado com ele, e foi constatado que ele fazia parte de uma organização criminosa, com mais de 50 membros, e trocavam informações para a prática crimes contra instituições financeiras, sendo todos os tipos de golpes, desde fraudes ao auxílio emergencial até abertura de contas com documentos falsos para poderem sacar os limites através dos meios disponíveis, cheques, cartões e máquinas de cartões.

A pedido da Polícia Civil, a Justiça expediu 55 mandados de busca e apreensão, em diversas cidades como São Bernardo do Campo, Santo André, Capital, Guarulhos, Suzano, Guarujá, Praia Grande entre outras, onde foi apreendido farto material eletrônico, computadores, telefones móveis, aparelhos de comunicações, documentos falsos, cartões, e também bens como joias e relógios, além de veículos de luxo.

O trabalho de investigação continuará até que todos os envolvidos sejam identificados e presos.Polícia Civil SP