A Polícia Civil de Sorocaba (Deinter 7), através da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic), apreendeu, na terça-feira (12), um jovem de 17 anos, suspeito de roubar e tentar estuprar a funcionária de um Centro de Educação Infantil.

A vítima, que é professora de Educação Física, estava sozinha quando o menor invadiu o local e a atacou com um golpe conhecido como “mata-leão”, fingiu estar desacordada para tentar escapar do agressor, porém, ele começou a retirar suas roupas. Ela, desesperada, gritou e funcionárias da limpeza correram para ajudar.

O rapaz, que possui pelo menos 10 passagens criminais por roubo, furto, tráfico de drogas, ameaça e esteve internado na Fundação Casa por duas vezes, antes de fugir roubou o celular de uma das mulheres.

Depois de identificar o suspeito, os investigadores o localizaram na casa de familiares na zona oeste da cidade e, embora negue o estupro, confessou a agressão, o roubo e informou que vendeu o aparelho no centro de Sorocaba.

Após prestar esclarecimentos acompanhado da avó, o rapaz foi encaminhado para uma unidade da Fundação Casa.

O trabalho dos policiais civis da Deic contou com o apoio de agentes da Delegacia de Polícia de Defesa da Mulher e da Guarda Civil Municipal de Sorocaba.Polícia Civil SP