A Polícia Militar Ambiental do estado realiza em Guarujá até a sexta-feira, 27, um curso de especialização profissional para capacitar profissionais de segurança pública a aplicar corretamente a legislação protetora dos recursos naturais marinhos para proteger, identificar e diferenciar as principais espécies marinhas do litoral paulista, constantemente alvos da pesca ilegal e predatória, tanto comercial quanto amadora.

Participe dos nossos grupos ➤ https://bit.ly/GUARUJAINFO2 📲 Informe-se, denuncie!

As atividades iniciaram na manhã desta segunda-feira, 23, e o encerramento contará com a formatura dos discentes. A especialização foi criada e desenvolvida pela Polícia Militar Ambiental do estado de São Paulo.

O curso também conta com atividades práticas, com o apoio de professores, mestres e doutores do Aquário de Santos e Instituto Gremar, com o resgate de animais marinhos. Os policiais também recebem informações para identificar, manejar, realizar resgates, contenções e soltura das principais espécies de mamíferos, tartarugas e aves que se envolvem em ocorrências de encalhe ou estejam feridos, por ações pesqueiras, poluição oceânica e doenças.

O curso ocorre anualmente e desta vez, a Polícia Militar Ambiental informou a qualificação do chefe da Divisão de Aquicultura e Pesca, na Superintendência Federal em Santa Catarina, do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, José Henrique Francisco dos Santos, bem como quinze policiais militares, efetivos do Policiamento Ambiental de São Paulo, tanto das Companhias de Policiamento Ambiental terrestre de todo estado, quanto da Companhia de Polícia Militar Ambiental marítima, que atende todo o litoral paulista.