Um jovem de 18 anos foi preso em flagrante após quase provocar uma tragédia familiar, na noite desta segunda-feira, 11.  O rapaz foi acusado de tentar matar a irmã de 21, o cunhado da mesma idade, e a filha do casal, sua sobrinha, de apenas um ano, com uma explosão de gás na casa da família, na Vila Jóquei Clube, em São Vicente, na Baixada Santista, SP.

O casal que o acusado tentou explodir conseguiu se salvar pulando uma janela de três metros de altura. Para salvar a bebê, a mãe teve de arremessá-la ao pai, que já estava no pavimento, e depois pular também. A criança passou mal por inalação de fumaça e foi tratada no hospital.

O acusado foi preso na esquina da casa. Há relatos de que ele observava o lugar pegar fogo. Segundo informações, o indiciado tinha diversos desentendimentos com a irmã e, numa briga, chegou a comentar que iria “explodir a casa com todos dentro”.

Participe do nosso grupos ➤ http://bit.ly/CostaNorteInforma  📲 Informe-se, denuncie! 🔵

Preso em flagrante, o jovem teria confessado aos policiais que cortou a mangueira do botijão de gás na cozinha, na parte térrea da casa. Em seguida, ele teria acendido um isqueiro, queimado um pano e arremessado o objeto, que incendiou o botijão.

O rapaz também teria confessado à polícia que, após provocar o incêndio, trancou a porta da casa da irmã e foi para a rua aguardar a explosão completa da casa com sua irmã, cunhado e sobrinha de um ano dentro.

O jovem também teria dito à policia que explodiu a casa da irmã pois ela se acha a “princesinha”.

O jovem foi detido e autuado em flagrante na delegacia de São Vicente. Ele vai responder por homicídio tentado qualificado por meio cruel e por ter cometido o crime contra uma criança menor de 14 anos.