Um jovem de 17 anos, Kauan Silva, morreu após ser agredido por seis homens no fim de semana, na Prainha Branca. 

Ele estava no local para acampar com a namorada e uma amiga do casal, onde passaram a noite na areia da praia. De acordo com o boletim de ocorrência, assim que acordaram, o jovem bebeu um pouco de Whisky e usou um pouco de lança-perfume.

Pouco tempo depois, um indivíduo acompanhado de outros cinco, passou pelo local e pediu para que eles desarmassem a barraca; neste momento, o estudante xingou o indivíduo que, em seguida, deu um soco no peito do dele e outro homem deu uma rasteira, derrubando ele na areia.

Participe dos nossos grupos ℹ📲  https://bit.ly/CNAGORA9  🕵‍♂ Informe-se, denuncie!

Os seis homens agrediram o jovem e só pararam quando a namorada dele pegou um canivete da barraca e conseguiu atingir um deles. Conforme informaram à polícia, as jovens também foram agredidas, uma com um bambu e a outra com dois socos.

Apesar das lesões, continuaram na praia e dormiram na mesma barraca. Quando acordou, o jovem reclamou de dor na costela, cansaço e dificuldade de respirar.  Diante disso, o casal resolveu procurar uma pousada para os primeiros socorros, enquanto isso, a amiga deles permaneceu no local para cuidar dos pertences. 

Depois de dez minutos, a jovem voltou ao local e disse que o namorado estava caído no chão, sem respirar.  O SAMU foi acionado e levou o estudante para o hospital de Bertioga, onde ele faleceu. A polícia permanece em busca dos suspeitos que lincharam o estudante.