Uma força tarefa apurou 27 denúncias sobre aglomerações em comércios de São Vicente entre a noite de sexta-feira, 29, e a madrugada de domingo, 31. A operação é coordenada pela Secretaria de Comércio, Indústria e Negócios Portuários (Secinp), com apoio da Polícia Militar (PM), a fim de garantir a manutenção do isolamento social.

Participe dos nossos grupos ℹ http://bit.ly/CNAGORA3 🕵‍♂Informe-se, denuncie!

Entre sexta e sábado, as equipes apuraram denúncias de 18 estabelecimentos que estariam descumprindo a determinação referente ao isolamento social. Do total, 11 foram intimados a encerrar imediatamente a atividade e seus proprietários receberam orientação sobre o procedimento correto neste período de pandemia. Quatro foram multados por serem reincidentes. Em outros três casos não houve confirmação da denúncia.

Na noite de sábado e madrugada de domingo, as equipes de fiscalização apuraram nove denúncias de estabelecimentos que estariam descumprindo o isolamento social. Em seis deles os profissionais constataram que a regra vigente não estava sendo seguida. Diante disso, foi dada a intimação para o encerramento imediato da atividade nos locais. Em outros três não houve confirmação da denúncia.

Devido ao isolamento social, necessário para se evitar a proliferação do novo Coronavírus e garantir o controle da Covid-19, bares, adegas, padarias e restaurantes somente podem funcionar para serviços de entrega, retirada no local ou drive thru. Ainda, casas noturnas e espaços destinados a eventos, festas ou shows estão temporariamente impedidas de abrir, para que se evite aglomerações.

Os profissionais da Secinp mantém fiscalização contínua neste período de isolamento social. Eles trabalham diuturnamente, inclusive para garantir que estabelecimentos liberados para funcionamento sigam as regras e determinações de combate ao novo Coronavírus. A não observação das medidas definidas para prevenção da doença pode gerar advertência e multa.

A Secinp disponibiliza para os cidadãos um número de telefone da Ouvidoria. Por meio dele podem ser feitas denúncias, que são prontamente apuradas. O contato é via Whatsapp pelo (13) 99119-0710.