A batalha contra o Covid-19, em São Vicente, ganhou um reforço especial desde o último sábado, 28, com a entrega do primeiro Centro de Combate ao Coronavírus da região. A partir desta segunda-feira, 30, os vicentinos têm à disposição um equipamento de Saúde para triagem e atendimento específicos sobre a doença.

 Participe dos nossos grupos ℹ  http://bit.ly/CNAGORA10  🕵‍♂Informe-se, denuncie!

Montado e equipado em tempo recorde (foram menos de sete dias para ficar pronto), o novo ambulatório vicentino, na Rua João Ramalho, 1.150, esquina com Rua Campos Sales, no Centro, funcionará todos os dias da semana, das 7 às 19 horas, atendendo exclusivamente a pessoas com sintomas do Coronavírus. A estrutura permite 500 atendimentos por dia.

Com a iniciativa, a prefeitura amplia as ações adotadas para se evitar a disseminação do vírus, com atendimento humanizado e de qualidade. Equipado e minuciosamente estruturado para receber a população, o Centro de Combate ao Coronavírus de São Vicente tem equipe multidisciplinar, formada por médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, farmacêuticos, fisioterapeutas e profissionais de apoio. 

Na parte estrutural, o Ambulatório tem quatro consultórios médicos (Clínica Geral e Pediatria), leitos para isolamento, salas de medicação (adulto e infantil), sala de Raios-x e uma ampla recepção, com pia e oferecimento de álcool em gel para a higienização das mãos, além de cadeiras dispostas de forma a se manter o distanciamento recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). 

O equipamento também tem à disposição quatro leitos de emergência e quatro para retaguarda, com estrutura de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para os casos mais graves.

“O Centro de Combate ao Coronavírus é o ponto de referência na cidade, na luta contra a doença. E os vicentinos terão tudo o que é necessário para que o atendimento seja feito com total qualidade. Vamos atender à população e, caso seja necessário, encaminharemos para um Hospital ou algum suporte em São Vicente”, destacou o prefeito Pedro Gouvêa, orgulhoso pelo empenho e dedicação de toda a equipe da Saúde vicentina.

 Segundo o responsável técnico pela unidade, o enfermeiro Jonatan Muñoz Rojas, a proposta é identificar de forma precoce, evitando o agravamento da doença, por meio da triagem na Cidade.

“O Ministério da Saúde protocolou que existem duas classes de pacientes. Uma é a do paciente com Síndrome Respiratória Leve. Ele será atendido e, dependendo do quadro clínico, encaminhado ao isolamento social. Para o paciente considerado em situação grave, será indicada a permanência na unidade até a estabilização do quadro. Se permanecer mais tempo, ele fará o teste. O paciente que tiver de ser entubado, devido à Síndrome Respiratória Aguda Grave, também fará o teste”, explicou.

Área Continental

Após a entrega do Centro de Controle ao Coronavírus, o prefeito Pedro Gouvêa anunciou que nos próximos dias o continente também terá um equipamento equivalente ao da Área Insular. A prefeitura já iniciou o planejamento para a instalação. A unidade será montada no Hospital Municipal Doutor Olavo Horneaux de Moura (Rua Alfredo Chamas, s/nº, Humaitá). Na unidade, haverá tendas para triagem dos pacientes, 20 leitos de retaguarda e mais 12 leitos de UTI. A previsão é de que em 15 dias esteja pronto para atendimento à população.