Um candidato a vereador, em São Vicente, fazia a entrega de “santinhos” e pedia votos, quando um drone da Polícia Federal o pegou em flagrante.  A atividade, conhecida por  propaganda "boca-de-urna", é ilegal.

Participe dos nossos grupos 👉 http://bit.ly/COSTANOTÍC2 📲 Informe-se, denuncie

A conduta é tipificada como crime pela legislação brasileira (art. 39, § 5º, inc. II, da Lei n. 9.504/97). O candidato foi conduzido à Delegacia de Polícia Federal, em Santos onde foi autuado pelo  crime. Ele responderá em liberdade junto à Justiça Eleitoral.