Cidade com o maior colégio eleitoral do país, São Paulo terá segundo turno nas Eleições 2020 entre Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL). O atual prefeito liderou a primeira fase da disputa, com 32,85% dos votos válidos, contra 20,24% do adversário.

Participe dos nossos grupos ➤ https://bit.ly/COSTAINFO3 📲 Informe-se, denuncie!

O eleitorado da capital paulista é formado por 8.986.690 pessoas. Dessas, 2.632.587 não comparecem às urnas no primeiro turno, resultando em uma abstenção de 29,29%. O índice é superior ao das eleições gerais de 2018 (21,52%) e das municipais de 2016 (21,86%).

São Paulo é ainda a cidade com o maior número de zonas eleitorais (58), locais de votação (2.060) e seções eleitorais (22.399) do Estado.

O cartório responsável pelo julgamento dos processos de registro de candidatura é a 1ª ZE - Bela Vista, que fará cerimônia de geração de mídias e lacração de urnas eletrônicas a partir das 9h deste domingo (21). A saída das urnas do cartório da Bela Vista, rumo aos locais de votação, ocorre em 28 de novembro, véspera do dia da votação, por volta das 8h.

O horário eleitoral gratuito de propaganda eleitoral na capital, assim como em todas as cidades paulistas com segundo turno, teve início inicia nesta sexta-feira (20) e seguirá até 27 de novembro.

Serão dois blocos fixos de 10 minutos cada um, de segunda-feira a sábado, divididos igualmente entre Covas e Boulos. No rádio, a propaganda será das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10. Na televisão, será das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40. Haverá, ainda, 25 minutos diários para serem usados pelos candidatos em inserções de 30 e 60 segundos, distribuídos ao longo da grade de programação das emissoras.

Serviço

Cerimônia de geração de mídias e lacração das urnas eletrônicas da 1ª Zona Eleitoral – 21 de novembro – 9h

Av. Brigadeiro Luís Antônio, 453 - Bela Vista

1ª Zona Eleitoral de São Paulo