Caravela-portuguesa é flagrada na praia de Boraceia | Sistema Costa Norte de Comunicação
|
Caravela-portuguesa é flagrada na praia de Boraceia
Foto: Alexandre Oliveira

Caravela-portuguesa é flagrada na praia de Boraceia

Organismo extremamente perigoso foi visto em dezembro na Baixada Santista e deixou criança ferida em Mongaguá

20 de janeiro de 2020 Última atualização: 17:39
Por Da Redação


Um organismo pluricelular conhecido como Caravela-portuguesa foi flagrado por banhistas na praia de Boraceia, em Bertioga, no domingo, 19.


Participe dos nossos grupos ℹ bit.ly/CNAGORA8 🕵‍♂Informe-se, denuncie!


Em dezembro, o organismo, muitas vezes confundido com um animal, foi visto em cidades da Baixada Santista. Em Mongaguá, por exemplo, uma criança de 11 anos ficou ferida ao ter contato com uma Caravela-portuguesa dentro do mar. 


Segundo informações da National Geographic, a Caravela-portuguesa é um organismo pluricelular, composto de quatro pólipos, ou zooides, distintos – portanto, uma colônia. 


A Caravela-portuguesa é parecida com uma água-viva, tem cores translúcidas e brilhantes, mas não é aconselhado chegar perto dela. Embaixo da carapaça, escondem-se tentáculos de até 20 metros que liberam substâncias venenosas, semelhantes ao da aranha Viúva-negra.


O veneno provoca dores muito fortes, queimaduras de até de terceiro grau, e em casos mais extremos, reações alérgicas graves acompanhadas de arritmias, náuseas e necrose do tecido. As queimaduras provocadas pelo contacto com os tentáculos provocam cicatrizes, em certos casos, permanentes.

Comentários
42551
Últimas Notícias