Negócios

Empreendedores e empresários se unem em grupos de networking para gerar negócios

Participantes de grupos de networking se ajudam mutuamente com indicações de clientes e trocas de experiência

DINO
26/11/2021 às 09:08.
Atualizado em 26/11/2021 às 09:10
 (DINO)

(DINO)

Ter uma boa rede de contatos profissionais é imprescindível para o crescimento dos negócios. Sabendo disso, muitos empresários e empreendedores se unem em grupos de networking em busca de apoio mútuo e de novas oportunidades. Esse movimento se consolidou ainda mais na pandemia, especialmente com grupos aderindo ao formato de reuniões virtuais e unindo pessoas de diferentes regiões. Tudo indica que o networking online é uma tendência que veio para ficar.

Um exemplo é o Connection, empresa especializada em promover networking entre empreendedores, que desde sua fundação em 2017, em Jundiaí, interior de São Paulo, já movimentou R$ 16 milhões em negócios e gerou mais de 5.000 oportunidades aos seus participantes. Mas foi durante os dois últimos anos, em plena pandemia, que os números aceleraram.

Em 2020, os participantes faturaram mais de R$ 5,2 milhões em negócios realizados a partir de indicações dos membros do Connection para suas respectivas redes de contato. A expectativa do fundador e CEO do Connection, Renato Martiniano, é ultrapassar novamente mais de R$ 5 milhões neste ano.

O Connection iniciou suas atividades com a realização de encontros presenciais apenas em Jundiaí, mas migrou para o formato de encontros online após a necessidade de isolamento social imposta pela Covid-19. A partir daí, os membros começaram a convidar empresas de outras cidades para participar das reuniões e a capilaridade das conexões se expandiu. "Com feiras de negócios fechadas, congressos adiados e empresas adotando o home office, percebi que era preciso auxiliar empresários a encontrar o caminho para novas oportunidades", explica Martiniano.

Com isso, Martiniano percebeu que havia uma demanda para formação de grupos de negócios em outras cidades e que o formato online veio para ficar. "Continuaremos a realizar as reuniões online mesmo pós-pandemia, pois os resultados têm sido excelentes", afirma. Ele acrescenta que a ideia é manter apenas alguns eventos pontuais presenciais para que os participantes possam se encontrar e reforçar os laços de parceria. Além disso, o grupo agora tem planos de expansão para outras cidades e esse processo já teve início com a abertura de um grupo em Campinas, que começou as atividades em 2021.

O segredo do sucesso, segundo o empresário, é ter desenvolvido uma metodologia própria e diferenciada. "A metodologia foi desenvolvida e estruturada para gerar resultados, e conta com empresários de nível sênior de diversas áreas, que se reúnem semanalmente para estreitar parcerias empresariais e trocar referências de negócios", explica.

As próximas cidades-alvo, além de São Paulo e Osasco, incluem Barueri, Curitiba, Rio de Janeiro, além de grupos internacionais. Até o fim de 2022, a previsão é estar com novos grupos em, no mínimo, 10 cidades.

Atualmente, o Connection engloba 60 empresas assinantes. A expectativa é fechar o ano com 80 empresas, e continuar com o modelo de atuação virtual, mesmo após a pandemia, pois isso possibilita que empresários de outras regiões possam participar de um grupo que antes era apenas de uma região específica.

As reuniões são semanais e virtuais e envolvem empresários que não concorrem em área de atuação, com uma pauta estruturada, desenvolvida para criar novas oportunidades de negócios, através de uma ajuda mútua. O objetivo é a venda de produtos e serviços dos membros à rede de networking dos participantes, abrindo oportunidades e indicações. Cada empresário é treinado a desenvolver um pitch do seu produto e serviço, informar seu público-alvo, explicar seu negócio, nicho de mercado, diferenciais e serviços. Em contrapartida, também conhece o negócio das outras empresas e seus interesses. Dessa forma, todos ficam hábeis a fazer indicações qualificadas e mais certeiras, o que aumenta a chance de fechar negócios.

Entre as empresas que participam do Connection está a UniRun - Universidade da Corrida, fundada em 2018 pela especialista em corridas, Juliana Oruê, professora de educação física, com Mestrado em Pedagogia do Movimento na USP e pesquisadora do GEPEN - Grupo de Estudos em Psicologia do Esporte e Neurociências da Unicamp, entrou para o grupo em 2020. Com a pandemia, impossibilitada de atuar com clubes de corridas corporativos, a empresária criou um modelo virtual de desafios esportivos e por intermédio dos membros do Connnection, a empresa já assinou 06 contratos, que renderam um faturamento em torno de 120 mil reais. "Faz 11 meses que participo do grupo, mas os primeiros resultados vieram rapidamente, em 03 meses. Com o Connection, consegui chegar às empresas-alvo, que antes eu não tinha acesso. São empresas de grande porte que, preocupadas com o bem-estar dos seus funcionários na pandemia, tomaram conhecimento sobre os serviços da UniRun e nos contrataram".

Já a Profittare, consultoria especializada em soluções em gestão empresarial focada em aumento de lucratividade, por meio de otimização de processos, reorganização financeira, crescimento do negócio e Business Intelligence (BI), está no Connection desde 2017, quando o grupo se reunia presencialmente. De acordo com Paulo Oliveira, sócio-diretor da Profittare, um dos maiores clientes da empresa foi indicado no Connection. Ele também concorda que, mesmo com a pandemia, o grupo de networking continua gerando boas oportunidades. "A metodologia criada pelo Connection realmente gera um engajamento emocional entre os participantes, por isso, as indicações são conduzidas com muito cuidado e responsabilidade. Dentro do Connection conseguimos nossos principais contratos", explica Oliveira.

Renato Martiniano, fundador e CEO do Connection, é bacharel em Ciências Contábeis, trabalhou no mundo corporativo em empresas como UOL, Submarino.com e B2W até 2010, onde resolveu empreender como consultor financeiro a partir de 2011. A partir de 2015, diante de um cenário de crise, dedicou-se a desenvolver técnicas de prospecção. Foi neste momento que conheceu e se aprofundou em networking, realizando diversos cursos sobre o assunto, até a fundação do Connection em 2017, na cidade paulista de Jundiaí.Website: http://www.connectionbrasil.com.br

O Sistema Costa Norte de Comunicação atua no litoral paulista há mais de vinte anos levando informação a toda a população com seriedade e imparcialidade

Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@costanorte.com.br

Comercial e parcerias:

contato@costanorte.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Sistema Costa Norte de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por