Museu da Imigração se filia à organização internacional de pesquisa | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte

Sistema Costa Norte de Comunicação

Logo do Jornal Costa Norte

Museu da Imigração se filia à organização internacional de pesquisa

Letycia Bond/Agência Brasil
23 de junho de 2020 às 09:48

O Museu da Imigração, em São Paulo, anunciou, nesta semana, sua filiação à maior organização genealógica do mundo, a FamilySearch, facilitando o acesso a documentos de gerações anteriores. Com o buscador da entidade, agora se torna possível acessar registros armazenados em hospitais, cartórios, paróquias e arquivos históricos de diversos países.


Ao todo, o banco de dados conta com mais de 4 bilhões de nomes. O Centro de Preservação, Pesquisa e Referência (CPPR) do Museu da Imigração também possui um repertório expressivo: são 250 mil imagens digitalizadas que documentam o movimento imigratório no estado de São Paulo e no Brasil. São os profissionais do centro que auxiliarão o público a utilizar a ferramenta da FamilySearch.


O sistema já pode ser consultado por qualquer pessoa interessada, em dois computadores instalados no local. O tempo de uso das máquinas terá limitação apenas em ocasiões de grande procura, para que todos possam ser atendidos em suas demandas.


O serviço ficará disponível cinco dias da semana, durante o horário de funcionamento do CPPR. Embora muitas informações possam ser pesquisadas de casa, pelo site da FamilySearch, há documentos que só podem ser visualizados no CPPR.


Segundo o historiador Henrique Trindade, um dos três funcionários que compõem a divisão, 80% das pessoas recorrem a eles atrás de informações que possam facilitar o reconhecimento da cidadania italiana. O caso se aplica ao jovem Everton Alavarse Vicente, de 26 anos, que foi ao museu em busca da certidão de nascimento de sua bisavó, para apresentar ao consulado. Seu objetivo é obter a cidadania e facilitar, assim, a matrícula em um programa de mestrado em Portugal.


Ele informou que soube do serviço através de um grupo do Facebook. "Quem já entrou na fila do consulado foram eu, meu irmão, meu pai e meu primo", contou.


Vicente disse que gostaria de saber mais sobre a história de sua família. "Tenho curiosidade de saber onde eles chegaram, aonde foram, o que aconteceu para eles se mudarem, porque eles chegaram aqui e foram pro interior de São Paulo, depois foram para Santo André e foram para o interior de novo, segundo os registros que encontrei, certidões. Alguns nasceram em Santo André, outros em São João da Boa Vista. Foram pra lá e pra cá. Agora, o porquê eu não sei e ia ser legal saber, mas ainda não tenho essa informação."


A única pista que Vicente tem é a cidade de nascimento de sua bisavó. A informação pode ser um dos pontos de partida do rastreio, conforme explica a também historiadora e pesquisadora Thaise Satiro. Ela diz que, ao se dirigir ao CPPR, o interessado deve ter em mãos, no mínimo, um documento do parente sobre quem pesquisa, como certidão de nascimento ou casamento, que contenha dados como data e local de nascimento e filiação (nome dos pais).


A necessidade de levá-lo é especialmente útil no caso de nomes muito comuns. "Se a gente não tiver um documento que diga o nome dos pais dele, dos avós, onde estava localizado, a pesquisa fica bem difícil. Claro que, se ela chegar aqui e tiver o nome do imigrante, a gente vai fazer [a busca] do mesmo jeito, mas é uma orientação que a gente dá para conseguir fazer uma pesquisa mais precisa". 


Novas versões históricas

O historiador Henrique Trindade conta ainda que, na sua opinião, "uma das grandes virtudes" desse tipo de pesquisa é fortalecer a compreensão de que a história "não é só escrita por políticos, por presidentes, por gente importante", mas que "pode ser transformada por cada uma das pessoas que vive nesse mundo".


"Eu acho duas coisas, que talvez sejam interessantes para todo mundo. A primeira é que a gente percebe que, quando as pessoas fazem pesquisa sobre a própria família, começam a montar a própria árvore genealógica, se interessam muito mais por história, essa com H maiúsculo. A segunda é que existe uma percepção muito maior dessas pessoas sobre o fato de serem sujeitos históricos, de agirem sobre a história, de entenderem que, há 100, 200 anos, uma pessoa decidiu migrar e, aí, isso transformou a vida dessa pessoa, das gerações próximas a ela. As pessoas se percebem muito mais como sujeitos históricos e talvez criem mais empatia com fluxos migratórios de hoje. Se identificam mais com famílias imigrantes", finaliza Henrique Trindade.


A FamilySearch foi fundada em 1894 com a finalidade de preservar a história produzida pelos núcleos familiares. A organização adota o princípio de que "as famílias são eternas" e que "conhecer os nossos antepassados nos ajuda a compreender melhor quem somos, cria um vínculo familiar, conecta o presente ao passado e constrói uma ponte para o futuro".


Serviço:

Pesquisa ao banco de dados da FamilySearch

Centro de Preservação, Pesquisa e Referência, no Museu da Imigração

Rua Visconde de Parnaíba, 1.316 – Mooca

De terça a sábado (exceto feriados), das 10h às 16h

Serviço gratuito

Em caso de dúvidas, encaminhar e-mail para [email protected]

(11) 2692-1866

Comentarios

Previsão do tempo


MÁX

MIN

Estradas

Segurança

Colunas e Blogs

Geral

Política

Esporte

Variedades

Horóscopo Cigano

Horóscopo Cigano - de 2 a 8 de julho

  • COROA - 2 a 8 de julho

    (20 DE ABRIL A 20 DE MAIO) Uma força muito protetora surge em seus caminhos, é como se uma luz te guiasse para a resposta ideal colocando novas oportunidades à sua frente. Aproveite os bons momentos e siga em frente de maneira sábia, se desapegando de certas situações que só atrapalharam os seus caminhos e buscando novos dias muito mais proveitosos e seguros. No amor é hora de conversar e também de entender a opinião da pessoa amada.

  • CANDEIAS - 2 a 8 de julho

     (21 DE MAIO A 20 DE JUNHO) Momento oportuno para refletir sobre seus atos, muitas coisas aconteceram e fizeram com que tudo mudasse ao seu redor. Os planos não saíram como você desejava porém não é hora de desistir, dê um tempo para tudo, cuide um pouco mais de si mesmo(a) da sua espiritualidade enfim há um outro significado para tais questões e em breve muito breve você saberá de tudo. Apenas respire fundo e se prepare para uma nova fase em sua vida.

  • RODA - 2 a 8 de julho

    (21 DE JUNHO A 21 DE JULHO) Muitas das questões ao seu redor acabam atrapalhando o seu raciocínio, mudanças acontecem de acordo com o passar dos dias porém é necessário manter o equilíbrio e a fé. Assuntos familiares são  resolvidos durante a semana porém você permanece com a mesma opinião devido a pequenos imprevistos que surgem em seus caminhos. No amor a fase é de luz e respostas e você consegue entender-se mais com a pessoa amada.

  • SINO - 2 a 8 de julho

    (23 DE AGOSTO A 22 DE SETEMBRO) Na busca de dias melhores você se depara com algumas situações ainda mal resolvidas, e uma delas é o amor que ainda te deixa dúvidas e incertezas. Pense antes de agir e não se deixe confundir diante das situações, o seu coração pede uma mudança radical mas a razão te traz para o raciocínio lógico te mostrando que agora não é o momento de agir dessa forma. Você está naquele exato momento em que deve fazer silêncio diante de todas as situações.

  • MOEDAS - 2 a 8 de julho

     (23 DE SETEMBRO A 22 DE OUTUBRO) Uma nova oportunidade de recomeçar, de buscar dentro do seu eu interior novas respostas que façam mais sentido aos seus caminhos. Mudanças favorecem o seu astral, siga a sua intuição e transforme os seus dias. Com o decorrer do tempo tudo muda de maneira favorável e você consegue dar a volta por cima diante das situações. Bom momento para cuidar da sua saúde física e espiritual, voltando-se mais à sua fé você garante melhores respostas.

  • ADAGA -2 a 8 de julho

     (23 DE OUTUBRO A 21 DE NOVEMBRO) As novidades surgem em seus caminhos e você se inspira nas questões profissionais. É hora de arriscar diante das situações, busque o equilíbrio no profissionalismo deixando tudo acontecer de maneira favorável. Manter a calma nas questões amorosas é  mais sábio a se fazer no momento, pois imprevistos acontecem e nem sempre é motivo para se levar a ferro e fogo. Respire fundo e tenha uma conversa mais tranquila e agradável.

  • FERRADURA - 2 a 8 de julho

    (22 DE DEZEMBRO A 20 DE JANEIRO) Fase de fé e bons presságios,momento de luz e boas realizações onde você segue com mais entusiasmo e força. Os dias são favoráveis para o trabalho onde a sua criatividade vai estar em alta, os momentos são de força e otimismo e você consegue interagir diante das situações. No amor as suas dúvidas ainda permanecem porém é tempo de renovar os seus sentimentos e também de tomar decisões que te tragam mais alegrias.

  • TAÇA - 2 a 8 de julho

     (21 DE JANEIRO A 29 DE FEVEREIRO) Não é hora de fazer corpo mole diante das situações, busque resoluções favoráveis pois você sempre foi de correr atrás dos seus objetivos, só está cansado(a) diante dos fatos ao seu redor. Encontre a sua paz interior e continue firme com seus propósitos, você tem capacidade e muito de virar o jogo, só precisa se manter em estado de alerta diante dos seus objetivos. No amor tente controlar os seus impulsos e saiba separar os setores da sua vida.

  • CAPELA - 2 a 8 de julho

     (20 DE FEVEREIRO A 20 DE MARÇO) Fase de luz e boas realizações enfim você acorda para novas oportunidades e vence seus medos com fé e determinação. Construa uma nova oportunidade a si mesmo(a) e fuja de situações embaraçosas que possam vir a atrapalhar o seu progresso. No amor evite fantasiar as situações, seja mais exato(a) diante das questões, faça acontecer de maneira positiva e não se deixe levar por brigas desnecessárias que só afastam a pessoa amada de você.

  • PUNHAL - 2 a 8 de julho

    (21 DE MARÇO A 20 DE ABRIL) Organize-se mais , busque o equilíbrio diante das situações pois é hora de rever conceitos e buscar a melhor resposta. Mesmo que você não concorde muito com algumas situações é hora de buscar as respostas e elas podem vir de um lado contrário porém é a ideal no momento. Busque a paz acima de tudo e todas as questões serão diferentes, tanto no amor como na área profissional que te deixou muitas dúvidas.

  • ESTRELA - 2 a 8 de julho

      (22 DE JULHO A 22 DE AGOSTO) Fase de renovação e fé, você passa por transformações significativas em seus caminhos, quer resolver tudo de maneira positiva porém ainda existe a necessidade de esclarecer certos assuntos que ainda interrompem o seu progresso. No amor é hora de apostar no novo, na busca de novas alegrias e na positividade , criar dias melhores e situações mais agradáveis sabendo entender a pessoa amada e se desapegando das desconfianças.

  • MACHADO - 2 a 8 de julho

    (22 DE NOVEMBRO A 21 DE DEZEMBRO) Dentro em breve você estará bem em todos os sentidos, vai se sentir melhor quando conseguir resolver um assunto importante. Muitas verdades serão esclarecidas porém o seu coração está decidido a mudar, mesmo que uma resposta positiva surja em seus caminhos o seu destino já aponta uma nova jornada, uma nova história repleta de muitas alegrias. Volta a brilhar dentro de você aquela energia contagiante que eleva o seu astral.