NO TOPO DA CADEIA

Lontra: o predador ameaçado na mata atlântica

Lontra, importância ecológica do mamífero que habita as águas brasileiras e mundiais mamíferos

Camila Issagawa
06/04/2022 às 11:44.
Atualizado em 27/04/2022 às 14:56
Animal compõe a teia alimentar e ajuda a manter a biodiversidade e o equilíbrio de diversos ambientes naturais (John Tomsett)

Animal compõe a teia alimentar e ajuda a manter a biodiversidade e o equilíbrio de diversos ambientes naturais (John Tomsett)

A lontra é um animal carnívoro da classe dos que apresenta capacidade de se locomover no ambiente terrestre, porém vive grande parte de sua vida associada à água, onde encontra seus alimentos e abrigos. Este importante animal compõe a teia alimentar e ajuda a manter a biodiversidade e o equilíbrio de diversos ambientes naturais.

Possuindo uma expectativa de vida de até 20 anos, as lontras podem chegar até 1 metro de comprimento e podem pesar pouco mais de 10 kg. O animal tem hábitos solitários e é visto com outros de sua espécie apenas em período reprodutivo ou quando está com filhotes. O período de gestação da lontra dura por volta de dois meses e ela pode ter de um a seis filhotes por gestação cuidando deles por aproximadamente 18 meses.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Onde tem lontra no Brasil?

Podendo ser encontrada em quase todo o país, inclusive na Floresta Amazônica. A espécie mais conhecida (Lontra longicaudis) vive em rios, córregos de água doce e salobra, apresentando incidência também próxima a manguezais no litoral paulista. Lontras são animais solitários que encontram outros de sua espécie para reprodução, porém não caçam em bando como as ariranhas.

Segundo o relatório do ICMBio, o animal encontra-se em diferentes estágios de vulnerabilidade de acordo com os biomas em que está presente. Na Mata Atlântica este é considerado vulnerável à extinção devido aos desmatamentos, caça e contaminações da água que afetam toda a teia alimentar em que o animal está presente.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Tem lontra marinha no Brasil?

Diferentemente da Lontra longicaudis encontrada no Brasil e que vive em água doce, as espécies de lontras marinhas são encontradas em regiões costeiras do norte e do leste do oceano pacífico. Estas viralizaram na internet com vídeos de comportamento que mostram os animais interagindo com pedras e em cativeiros por todo o mundo.

A lontra brasileira vive em água doce, as espécies de lontras marinhas são encontradas em regiões costeiras do norte e do leste do oceano pacífico. (Reprodução/Wikimedia Commons)

O que a lontra come?

A dieta favorita da lontra é peixe, sendo estes a base de sua alimentação, porém já foram descritos crustáceos e outros animais nas fezes do anima,l comprovando que as lontras muitas vezes são oportunistas com relação à alimentação. Estudos também demonstraram que por se alimentarem em sua maioria de peixes é possível dizer que este animal tem o hábito de caça ativo ou muito presente.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

A dieta favorita da lontra é peixe, sendo estes a base de sua alimentação (Victor Alvarez Moles)

É permitido ter uma lontra no Brasil?

Não é permitido ter lontra como animal doméstico ou pet no Brasil. Segundo a Instrução Normativa 1, de 15 de abril de 2014 do ministério do meio ambiente a espécie de lontra lontra longicaudis não pode ser comercializada, vendida ou comprada. Sendo prevista punição para pessoas que mantenham o animal mantido em cativeiro que não estejam previstos como zoológicos ou ONGs de reabilitação com autorização dos órgãos competentes.

Por que não ter uma lontra?

Os motivos pelos quais não se deve ter uma lontra em casa são inúmeros. Por ser um animal carnívoro e solitário, a lontra não conseguiria se adaptar a residências tradicionais que não conseguiriam reproduzir o ambiente natural para manter os hábitos do animal  como animais domésticos. Como dito anteriormente, o animal possui hábitos de caça, cria abrigos, além de ser importante para a natureza e a manutenção das cadeias e teias alimentares.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Qual a diferença entre lontra e furão?

A principal diferença entre furões e lontras está relacionado ao tamanho. O ferret ou furão é um animal de porte pequeno que pode pesar até 2 kg e chegar até 70 cm de comprimento, as lontras podem chegar a 1 m de comprimento e podem pesar mais de 10 kg. Além disso as cores da lontra são diferentes do furão por este apresentar normalmente duas cores.

Quanto custa um furão no Brasil?

No Brasil, o furão pode ser comprado com autorização e chega a custar de 800 a 2500 reais. Possuindo criadores autorizados pelo Ibama, o animal não apresenta riscos, como as lontras silvestres, e pode ser adotado após muitos estudos e pesquisa sobre hábitos do animal, além de cuidados para que o mesmo possua uma vida saudável e não ofereça riscos aos seres humanos.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Quem é o predador da lontra?

Por ser um animal topo de cadeia as lontras no Brasil não possuem predadores específicos como animais consumidores primários e secundários. Ela pode servir de alimento para cobras e carnívoros maiores como onças ou também a répteis como jacarés dependendo do bioma e país em que se encontram.

Pode comer lontra?

Não se pode comer a carne da lontra. A caça da lontra é proibida por lei e assegurada pelo Ibama e demais órgãos de proteção ambiental. Além disso, animais silvestres como um todo apresentam diversos perigos para a saúde humana e não são recomendados para consumo.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Qual a diferença entre lontra e ariranha?

Lontras e ariranhas são animais parecidos, porém de espécies diferentes. As lontras são animais solitários e menores que as ariranhas que podem viver em grupo, sendo conhecidas como lobo-da-água, caçando e protegendo seus filhotes como um grupo de lobos em sua alcateia.

É verdade que lontras estupram filhotes de foca?

Ainda que existam estudos indicando que lontras marinhas foram encontradas em outros países estuprando filhotes de foca não foram encontrados artigos científicos ou registros que mostrem as mesmas relações com a lontra longicaudis no Brasil e outros animais encontrados nos biomas brasileiros.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

É verdade que as lontras mostram seus filhotes?

Ao contrário do que encontramos em vídeos nas redes sociais, as lontras não mostram seus filhotes. Lontras como diversos outros mamíferos possuem cuidado parental, ou seja, cuidam de seus filhotes durante certo período de tempo e ficam mais estressadas e cuidadosas nestes períodos. Caso ameaçada, o animal poderá se ver na obrigação de abandonar o filhote para fugir de seres humanos e outros predadores.

Segundo pesquisas sobre a ecologia de lontras, os animais constroem abrigos, sendo estes espaços entre rochas, ou buracos nos barrancos especialmente sob as raízes das árvores. Isto demonstra mais um motivo para a conservação da mata ciliar para que animais topo de cadeia como a lontra consigam continuar existindo e mantenham seu hábitat natural.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Lontras possuem cuidado parental e cuidam de seus filhotes durante certo período de tempo (Reprodução/Hypescience)

Por Camila Issagawa, bióloga especializada em biologia marinha e gerenciamento costeiro pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e colaboradora do Portal Costa Norte.

O Portal Costa Norte é um dos veículos de comunicação do Sistema Costa Norte de Comunicação, empresa que atua no litoral paulista há mais de trinta anos levando informação a toda a população com seriedade e imparcialidade.

Sistema Costa Norte de Comunicação© Copyright 2022Todos os direitos reservados ao Sistema Costa Norte de Comunicação.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por