Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
CALIDRIS CANUTUS

Ave conhecida como maçarico-de-papo-vermelho é encontrada no litoral paulista

Ave migratória chega a percorrer mais de 15 mil km entre os hemisférios norte e sul

Da redação
25/05/2022 às 15:26.
Atualizado em 25/05/2022 às 15:42
Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
O maçarico-de-papo-vermelho está criticamente ameaçado de extinção (Reprodução/Instituto Biopesca)

O maçarico-de-papo-vermelho está criticamente ameaçado de extinção (Reprodução/Instituto Biopesca)

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

No último sábado (21), o Instituto Biopesca, sediado em Praia Grande, encaminhou um paciente muito especial para reabilitação: um maçarico-de-papo-vermelho (Calidris canutus). Ele tinha sido resgatado no dia 14 de maio, também em Praia Grande. 

Essa ave, embora pequena (mede 24 centímetros, em média), viaja enormes distâncias entre os hemisférios sul e norte, chegando a percorrer mais de 15 mil km, com poucas paradas para se alimentar e descansar.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

O maçarico-de-papo-vermelho está criticamente ameaçado de extinção e um dos fatores que o coloca em risco é a superexploração do caranguejo-ferradura, espécie encontrada na baía de Delaware, nos Estados Unidos.

“Os maçaricos-de-papo-vermelho fazem uma parada para se alimentarem nessa baía, antes de continuarem migrando para o Ártico, onde se reproduzem”, explicou o biólogo Juarez Cabral, do Instituto Biopesca. “Eles se alimentam dos ovos desse caranguejo, mas não os encontram em quantidade suficiente para acumularem a energia necessária para seu sucesso reprodutivo”.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

O biólogo do Biopesca também disse que a presença de cachorros sem coleira nas praias, a alteração do ambiente arenoso pela presença de pessoas e o  lixo também prejudicam o descanso e alimentação desta ave quando ela passa por aqui.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

O maçarico-de-papo-vermelho resgatado pela equipe do Instituto Biopesca estava em boas condições clínicas, atestadas pelos exames que fez. Entre os cuidados que recebeu, estiveram a suplementação alimentar, além da alimentação propriamente dita, e hidratação.

"Embora estivesse bem, ele estava cansado em decorrência da viagem migratória e também não conseguia alçar voo, condição que pode ser melhorada com a fisioterapia, para que fique completamente recuperado”, explicou a veterinária Vanessa Ribeiro, do Biopesca.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Para acionar o serviço de resgate de mamíferos, tartarugas e aves marinhas, vivos, mas debilitados, ou mortos, entre Peruíbe e Praia Grande, entre  em contato com o Instituto Biopesca pelos telefones 0800 642 3341 (horário comercial) ou (13) 99601-2570 (WhatsApp e chamada a cobrar).

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

*Com informações de Instituto Biopesca

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

O Portal Costa Norte é um dos veículos de comunicação do Sistema Costa Norte de Comunicação, empresa que atua no litoral paulista há mais de trinta anos levando informação a toda a população com seriedade e imparcialidade.

Sistema Costa Norte de Comunicação© Copyright 2022Todos os direitos reservados ao Sistema Costa Norte de Comunicação.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por