De acordo com a última contagem de infectados deste sábado, 17, ao menos três países da Europa registraram recordes na contabilidade de novos casos diários de covid-19. A França registrou 32.427 novos casos. No dia anterior, sexta-feira, 16, o país registrou 25.086 casos. Visando tentar diminuir a disseminação do vírus, o governo francês decretou toque de recolher entre 21h e 6h em diversas regiões, inclusive na capital, Paris. Neste domingo, 17, houve uma onda de protestos  em diversas cidades francesas, devido ao assassinato do professor Samuel Paty, decapitado em frenta a escola onde trabalhava, o que provocou aglomerações. .

Participe dos nossos grupos 👉 http://bit.ly/COSTANOTÍC2 📲 Informe-se, denuncie

Na Alemanha,  a contagem de novos casos diários chegou a 7.830 neste sábado. O número também é um recorde no país. No íncio da pandemia, a Alemanha foi um dos primeiros paises a adotar uma série de medidas restritivas como forma de diminuir a disseminação do vírus.  A chanceler Angela Merkel pediu aos seus compatriotas que fiquem em casa sempre que possível.   

Na Itália, foram contabilizados 10.925 casos no mesmo período. O país também atingiu seu número mais alto de casos ativos (cálculo que exclui os óbitos e as curas) desde o início da pandêmia. Atualmente, 116.935 estão infectadas na Itália, de acordo com boletim divulgado ontem pelo órgão de saúde italiano. A região norte da Lombardia, local onde há mais infecções, vai suspender todos os eventos esportivos e tem seus bares e restaurantes fechados desde ontem.

A contabilidade deste domingo, 17, deve ser divulgada pelos órgãos de saúde dos países europeus no final do dia.

Fontes: Agências Internacionais | Estadão Conteúdo | UOL |