A aparição noturna de um suposto lobisomem vem atemorizando moradores do Grande ABC, na Região Metropolitana de São Paulo. De acordo com informações desta sexta-feira (28), da página Viva ABC, já são três bairros, em São Bernardo e Santo André, onde houve estranhas aparições.

Segundo informações, os relatos são parecidos. Sempre tarde da noite, os cachorros das residências começam a latir em desespero e os moradores, ao irem verificar, veem uma criatura aterrorizante.

A última aparição teria ocorrido nesta madrugada. De acordo com informações da publicação, um morador do Jardim Santo André, por volta de 1h da madrugada de ontem, estranhou que seus cachorros começaram a uivar e latir mais do que o comum. Ao verificar o que havia lá fora, pela janela de sua cozinha, o homem deu de cara com a criatura, que era alta, estava em postura similar a de um ser humano, de pé, porém tinha o rosto coberto de pelos escuros.

No reflexo, o morador teria atirado um copo d’água na criatura, que também se assustou e fugiu pulando o muro. À publicação, o homem disse que nunca sentiu tanto medo na vida.

Moradores dos bairros de Baraldi e Montanhão, em São Bernardo, também teriam visto a criatura. Uma moradora do primeiro bairro, teria avistado o monstro caminhando em direção à mata em frente a sua casa. De acordo com a publicação, ela correu para chamar seu marido, mas a besta já havia desaparecido quando seu companheiro foi lhe acudir.

Clique e faça parte do nosso grupo no WhatsApp ➤ http://bit.ly/cnlitoralconectado3 E receba matérias exclusivas. Fique bem informado! 📲

Nas redes sociais, internautas encararam o relato com ceticismo, ou até troça. Outros acreditaram e relataram também terem presenciado situações estranhas com comportamento anormal de cachorros.

“O que está aparecendo as noites nas ruas são os ‘Lobisnoias’ roubando as coisas e pessoas”, ironizou um morador, em comentário na página Viva o ABC, que noticiou o suposto fato.

Outra moradora, porém, relatou comportamento estranho de cachorros em sua rua, na mesma noite. “Não acredito em lobisomem nem história da carochinha, mas ontem, 21h00, estava fazendo janta, quando senti um aperto no peito e medo [e] fui até a porta da cozinha e fechei. Por Deus [que] tinha uns 20 cachorros uivando e latindo sem parar. Foram cinco minutos de latido e barulhos estranhos de uivos”*, afirmou a moradora nas redes sociais regionais do ABC.  

* Para facilitar a compreensão, o relato da moradora foi adequado ortograficamente, sem prejuízo do sentido