Mais conhecido como Homem Picanha, Adenilson Nobre da Silva teve a prisão revogada na última sexta-feira, 20. Picanha estava preso desde 19 de outubro, quando foi autuado em flagrante na região central de São Paulo, por tráfico de entorpecentes.

Quando preso por policiais do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc) Adenilson teria afirmado que os diversos tipos de entorpecentes que supostamente estavam com ele eram para ser vendidos aos clientes de sua outra atividade: garoto de programa.  

Participe dos nossos grupos 👉   https://bit.ly/COSTAINFORMA10 📲 Informe-se, denuncie

Com a alcunha de Homem Picanha, Adenilson é figura notória em São Vicente, onde já se candidatou a vereador por duas vezes, em 2012 e 2016, perdendo em ambas as eleições. 

A fama nacional, entretanto, veio dois anos antes disso, em 2010, quando ele invadiu uma partida de futebol entre Santos e São Paulo, na Vila Belmiro. Seminu, trajando apenas uma ousada microssunga de oncinha que lhe cobria apenas a genitália, Adenilson adentrou as quatros linhas no meio da partida, o resto é história. Acredita-se que a pecha de Homem Picanha se deva ao exótico bronzeado que o homem ostentava na ocasião, que lhe dava a coloração de uma 'picanha na brasa'.    

Em audiência de custódia, Adenilson teve aceito o pedido de conversão da prisão em flagrante em preventiva. A revogação da prisão se deu na última sexta-feira, 20. Nesta segunda-feira, 23, Homem Picanha passou a responder ao processo em liberdade.  

A defesa de Adenilson foi realizada pelos advogados Aureo Tupinamba e Anderson Domingues. Por meio de nota, os advogados afirmaram que irão comprovar a inocência de seu cliente.