O Procon-SP disponibiliza no seu site (https://consumidor.procon.sp.gov.br/atendimentoconsumidor) a partir de hoje, 25, um espaço específico para quem tiver problemas durante a Black Friday, evento de descontos e promoções que acontece na próxima sexta-feira, 27. A reclamação registrada no botão Black Friday será enviada imediatamente para o fornecedor, que terá até dez dias para dar uma solução ao consumidor.

No espaço, que fica acessível na página inicial do site, é possível informar problemas específicos do evento, como site intermitente ou congestionado, maquiagem de desconto, mudança de preço ao finalizar a compra, pagamento com boleto bancário indisponível, desconto ao mudar a compra e pedido cancelado após a finalização da compra. Além dos casos de não entrega, demora na entrega e produto/serviço entregue com defeito.

"A defesa do consumidor terá prioridade total. Tome cuidado, siga nossas dicas e denuncie. Estamos atentos e as empresas que tentarem transformar essa data promocional em uma dor de cabeça para o consumidor serão punidas exemplarmente", avisa Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP.

 

Participe dos nossos grupos ➤ https://bit.ly/COSTAINFO3 📲 Informe-se, denuncie!

Essa é mais uma medida que o Procon-SP traz para o consumidor aproveitar a data sem problemas. Grandes fornecedores que participarão do evento reuniram-se com a instituição, apresentaram seus planejamentos e assumiram compromisso de transparência e reforço no atendimento. Procon-SP seguirá monitorando e casos de desrespeito à legislação serão multados.

Redes Sociais

Nos casos em que o consumidor não tiver interesse em comprar o produto ou serviço, mas quiser fazer uma denúncia contra a empresa, ele poderá acionar as redes sociais do Procon-SP. Os nossos perfis oficiais são: @proconsp (facebook e instagram) e @proconspoficial (twitter); e o site é o procon.sp.gov.br ((https://www.procon.sp.gov.br/))

É importante que, ao fazer denúncias e reclamações, o consumidor indique o endereço da loja e apresente os prints das telas demonstrando o que ocorreu de errado com a compra.

Dicas

Verificar qual preço está sendo praticado no mercado nos próximos dias, pesquisar em mais de um estabelecimento, fazer prints das telas com os preços oferecidos pelas lojas, usar aplicativos e sites de comparação de preços ajudam a avaliar se o valor é de fato promocional.

O Procon recomenda que a pessoa faça uma lista do produto ou serviço que precisa ou deseja e estipular um limite de gasto, evitando assim gastar mais do que o previsto e prejudicar o orçamento. Além disso, é interessante pesquisar previamente sobre o produto que pretende comprar, como suas características, funções, locais em que está à venda, entre outros.

Observar o prazo de entrega e informar-se antecipadamente sobre a política de troca da empresa são atitudes que ajudam a evitar problemas.