Durante uma transmissão ao vivo, o prefeito de São José dos Campos, Felício Ramuth (PSDB), ordenou que estabelecimentos com mais de 250 metros quadrados de loja ou área de atendimento permaneçam fechados durante feriado de Corpus Christi, de quinta-feira (3) a domingo (6). 

Segundo o prefeito, não haverá mais autuação. "Todas a regras a gente acredita que já deu tempo de todo mundo aprender. O que é covid, o que são protocolos... Essas regras, nós não vamos mais autuar, vamos imediatamente interditar o estabelecimento por 15 dias. Tivemos um bar/restaurante multado em R$ 11.800,00. Infelizmente continua aberto. Se ele continuar errado, será interditado por 15 dias, não vai ter mais uma multa, segunda multa. Vai ser direto: interdição por 15 dias se não fechar do dia 3 ao dia 6", declarou irritado.

Assista:

Serviços essenciais, como supermercados, hipermercados, lojas de materiais de construção e petshops estão incluídos na medida e não poderão abrir se tiverem mais de 250m². "A gente vê muita gente aglomerada em supermercados e lojas de materiais de construção nos finais de semana. O objetivo aqui é evitar essa aglomeração no feriado".

Clique e faça parte do nosso grupo no WhatsApphttp://bit.ly/CostaNortesonoticias3 & receba matérias exclusivas. Fique bem informado! 📲

Os shoppings poderão funcionar das 8h às 13h, com abertura de lojas com menos de 250m². Bares, restaurantes, padarias e similares, independente do tamanho, também só poderão funcionar das 8h às 13h, presencialmente, e durante todo o dia com drive-thru e delivery. Atividades de lazer, como cinema, teatro ou futebol estão proibidas.

Salões de beleza, barbearias e academias estão permitidos indepedente do tamanho. Atividades religiosas serão permitidas apenas na quinta-feira; nos demais dias, até domingo, estão proibidas.

As medidas foram motivadas pelo número de mortes por covid-19 na cidade confirmadas desde o dia 28. Ao todo, 25 pessoas morreram em decorrência da doença e 421 pessoas estão internadas em leitos de UTI e enfermaria, segundo a secretária municipal de Saúde Margarete Correia. "Destes 68% tem menos de 60 anos, muitos deles sem comorbidade, isso é um reflexo da vacinação dos idosos, com certeza. Temos percebido nitdamente a queda de internações e óbitos dos mais velhos e aumento de internações dos mais jovens. Isso representa uma conduta errônea de quem participa de aglomerações desnecessárias", afirmou.

TALVEZ NÃO TENHA FICADO SABENDO: Homem desaparece após comunicar esposa que iria 'resolver um assunto', em São José dos Campos (SP)