As praias de Guarujá estão liberadas para a prática de esportes individuais sem restrição de horário a partir desta sexta-feira, 10. A medida foi implantada por meio do decreto 13.770, publicado no Diário Oficial do Município desta sexta e a mudança só foi possível após a inserção da Baixada Santista na fase laranja do Plano SP, do Governo do Estado no último mês. 

Participe dos nossos grupos ℹ https://bit.ly/COSTA6 🕵‍♂Informe-se, denuncie!

Com o novo decreto, caminhadas e corridas podem ser feitas a qualquer horário do dia nos calçadões e na faixa arenosa. A prática em ambos os locais é condicionada ao respeito do distanciamento mínimo de 5 metros entre os caminhantes e 10 metros entre os corredores. Até então, desde o dia 15 de junho, as atividades em faixa de areia estavam limitadas das 6 às 10 horas.

Estão permitidas, também, as modalidades prancha, longboard, bodyboard, standup, standup paddle e kitesurfe. Além deles, podem ir ao mar caiaques e canoas individuais. O novo decreto também acaba com as restrições ao uso das praias, nas condições acima colocadas, nos feriados, pontos facultativos e finais de semana que os antecedam ou sucedam.

TURISMO E AMBULANTES

A permanência de pessoas no mar e faixa arenosa, porém, está condicionada apenas à caminhada e prática dos esportes individuais, respeitando as regras de distanciamento. Permanecer na areia tomando sol, por exemplo, continua proibido. A presença de ambulantes também continua vetada.

COMÉRCIOS

O funcionamento dos comércios é permitido com horário e capacidade de atendimento reduzidos e com uma série de medidas profiláticas. Entre elas, o uso de máscaras por funcionários e clientes, meios para higienização das mãos – água e sabão ou álcool em gel –, higienização constante de superfícies de toque, distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas nas filas e controle da entrada de clientes na proporção de até 20% da lotação máxima.

As máquinas de cartões de débito e crédito deverão ser assepsiadas a cada uso com álcool 70% ou água sanitária e, nos estabelecimentos fechados, será obrigatória a aferição da temperatura corporal, sendo vedada a entrada de quem apresentar mais de 37,5 graus Celsius.

Todos os estabelecimentos ainda precisam tomar ciência e afixar em local visível o Termo de Declaração de Estabelecimento Responsável, que pode ser impresso a partir do site da Prefeitura: www.guaruja.sp.gov.br.   

O que pode reabrir:

Comércio de rua, concessionárias e revenda de veículos – de segunda a sexta, das 12 às 16 horas, e aos sábados, das 10 às 14 horas.

Shoppings centers, galerias e congêneres – de segunda a sábado, das 16 às 20 horas, exceto as praças de alimentação, que só poderão atender nos sistemas delivery ou de retirada presencial. Consumo no local está terminantemente proibido.

Atividade imobiliária e escritórios em geral – de segunda a sexta, das 10 às 14 horas, ou por prévio agendamento. Porém, fica proibido às imobiliárias, agenciadores e intermediários a contratualização de locações temporárias com fins turísticos.

Marinas – poderão funcionar de segunda a quinta-feira, sem horários específicos. Porém, apenas para a realização de manutenção das embarcações e descida para testes, com limites estipulados de 10% das embarcações abrigadas a cada dia e de 40% da capacidade total da respectiva embarcação, para evitar aglomerações. A descida para atividades com fins de esporte e recreio está proibida.

Hotéis, pensões e similares – o atendimento será exclusivo a clientes corporativos ou ligados a atividades comerciais e laborais essenciais e com o limite de 30% da capacidade total de hospedagem. O serviço de alimentação só poderá ser disponibilizado nos quartos/unidades e está proibida a abertura de restaurantes.

Atividades ao ar livre podem ser incentivadas, desde que respeitem o distanciamento mínimo recomendado. O mobiliário em áreas de lazer (espreguiçadeiras, esteiras, mesas etc) precisará ser afastado e objetos de uso compartilhado como jornais, revistas e livros não podem ser disponibilizados, para evitar a contaminação indireta. Cartões de acesso ou chaves deverão higienizados a cada recebimento.

A fiscalização das normas estipuladas é feita por agentes municipais e a flexibilização do funcionamento do comércio será avaliada diariamente, levando em consideração a dinâmica da pandemia, segundo análise do boletim coronavírus, emitido pela Secretaria de Saúde de Guarujá, podendo ser suspensa ou alterada a qualquer tempo.