GOLPE DA CASA DE VERANEIO

Casa na praia: conheça 7 passos antes de alugar uma casa de veraneio

Antes de trazer sua família para curtir a praia em uma casa de veraneio separamos dicas preciosas para você não cair em ciladas e transformar seu descanso na praia em um pesadelo

Lenildo Silva
22/10/2021 às 15:13.
Atualizado em 22/10/2021 às 19:13
Conheça 7 passos antes de alugar uma casa de veraneio (Foto: Assucena Alves/Tudo de bom Praia Grande)

Conheça 7 passos antes de alugar uma casa de veraneio (Foto: Assucena Alves/Tudo de bom Praia Grande)

Diante do estresse causado pela vida nos grandes centros urbanos, as viagens para o litoral se tornam rotina para um grande número de famílias. Os benefícios para a saúde mental e física são inegáveis, afinal, quem nunca desejou ter para onde correr nos fins de semana, chegar a um lugar tranquilo e esticar as pernas sob o sol?

Mas antes de empenhar seu precioso dinheiro em uma casa de veraneio, nós do Portal Costa Norte, separamos sete passos para você aplicar suas economias de forma inteligente e não cair na cilada de golpistas que esperam a oportunidade de ouro para induzir turistas ao erro. Mas o que é casa de veraneio? Quais os benefícios? O que pode dar errado? Essas e outras perguntas você confere a seguir.

O que é uma casa de veraneio?

Trata-se de um imóvel mobiliado com finalidade de lazer. Pode ser uma casa, um apartamento ou uma propriedade rural. Normalmente, está localizada longe das grandes cidades e da correria do dia-a-dia. A casa de veraneio é locada por um curto período de tempo, que geralmente é para o descanso ou para o entretenimento da família e dos amigos.

Quais são os benefícios de ter uma casa de veraneio?

Ter um imóvel personalizado, pronto para te receber durante as férias ou em temporadas, é uma maneira positiva de pensar na melhoria da qualidade de vida. Afinal, a correria do dia-a-dia e o estresse urbano, podem influenciar (e muito) na saúde física e mental de qualquer um. Engana-se, no entanto, quem acredita que essa é a única vantagem.

Dentre os pontos positivos, é importante lembrar que a casa de veraneio apresenta um bom custo-benefício, pois o gasto das viagens com acomodações e passeios é altamente reduzido. Você possui a liberdade de se programar melhor sobre a alimentação, tem uma infraestrutura facilitada, possui mais comodidade e, pensando no contexto econômico, assegura um patrimônio para a sua família.

O que pode dar errado?

Nos últimos anos, novos golpes vêm sendo praticado por estelionatários e a pandemia de covid-19 o ‘curso dos golpistas’ fez com que os conhecimentos na internet favorecessem os criminosos e, consequentemente, o aumento de estelionato foi iminente.

O golpe da falsa casa de aluguel funciona da seguinte forma: os golpistas se apropriam de fotos publicadas em anúncios de grandes sites de classificados e negociam como se os imóveis pertencessem a eles. Sem economizar tempo eles pesquisam por sítios, casas e apartamentos em bom estado de conservação e excelente localização.

Quando uma vítima entra em contato, os estelionatários conseguem encantar as pessoas com as fotos acompanhadas de falsas promessas, ótimos descontos e promoções. Após uma negociação profissional os golpistas pedem o depósito: um sinal de 10%, 20% ou 30% do valor negociado. Quando a vítima percebe, já caiu no golpe da casa de veraneio.

No mês de maio de 2021, uma paulistana caiu nesse golpe ao adiantar o aluguel de uma casa em Praia Grande (SP). A vítima pagou adiantado por três dias de permanência no imóvel e na hora de combinar entrega das chaves a mulher anunciante a bloqueou após receber comprovante de pagamento.

Dicas da especialista

O Portal Costa Norte ouviu a corretora de imóveis Lena Duarte (Cresci-SP 77.656), especialista em venda e locação e que está no ramo há 14 anos e atende clientes em toda à Baixada Santista e Litoral Norte. Em entrevista, ela ressaltou a importância de ter muita atenção na locação em uma casa de veraneio.

Questionada sobre qual foi o maior prejuízo que ela presenciou, a corretora foi enfática em dizer que o maior prejuízo foi o emocional.

“Já vi pessoas chegarem de muito longe com toda sua família, desnorteadas por terem caído em golpe de alto nível. Muito chegam abalados devido às suas férias frustradas. São planejamentos de um ano que acabam sendo frustradas. Trabalhamos com imóveis de alto padrão, os valores chegam a ser de um carro popular”, disse a corretora.

“O corretor traz respaldo necessário e segurança para o locador e o locatário, pois ambos são propícios ao golpe de internet, pois estes golpes vêm de anúncios falsos. Sempre houve golpes, mas estamos em um momento de grande anseio de viajar. Após a pandemia as pessoas estão mais vulneráveis”, acrescentou.

Para a especialista, o ponto chave para o golpe do falso aluguel, são os anúncios por meio de aplicativo. Primeiramente, segundo Lena, a pessoa está negociando com uma máquina e as chances de se tornar vítima cresce muito.

“O corretor de imóveis foi colocado de fora das negociações por aplicativo. Pra mim, este é o primeiro ponto de insegurança. Quem está do outro lado? Mesmo que sejam sites de nome e tenham avaliação, se não consegue falar com um humano do outro lado, o risco é iminente. Para não errar mesmo, escolha por indicação ou numa imobiliária mais próxima”, orienta.

A corretora diz que paciência na procura é fundamental e não se deve ter pressa para alugar.

“Desconfie de anúncios com preço abaixo do mercado; desconfie quando o locatório gera uma pressão pra fechamento rápido; faça chamada de vídeo durante a negociação; o ideal é visitar o imóvel, mas não podendo, busque informações no prédio, na vizinhança, veja se a pessoa (Corretor) e conhecido; peça uma chamada de vídeo de dentro do Imóvel; não tenha pressa em depositar seu dinheiro até que as informações sejam claras e reais. Nunca deposite 100%” finalizou.

Confira sete passos preciosos antes de alugar um imóvel

1. Após escolher o imóvel, faça pesquisas sobre o proprietário do imóvel. Peça o número do CPF e a data de nascimento e realize uma consulta no site da Receita Federal.

2. Prefira conversar em um telefone fixo, dificilmente utilizado em golpes como este.

3. Solicite o envio de uma conta de consumo, luz ou água do imóvel que será alugado. Analise-a atentamente para certificar-se que não foi falsificada.

4. Peça o envio de uma selfie do proprietário em frente ao imóvel.

5. Combine com um amigo para que ele tente alugar o mesmo imóvel, no mesmo período que você. Se for um golpe, certamente o estelionatário não perderá a oportunidade de aplicá-lo em mais pessoas.

6. Desconfie se a conta informada para depósito for do tipo "poupança".

7. Não faça depósitos e transferências para pessoas que você não conhece sem ter se certificado de todas as garantias de que não irá perder seu dinheiro para um golpista.

Estas ações, isoladamente, não lhe trazem garantias. Esgote todas elas. Afinal, você se esforçou e reservou dinheiro para este momento e quer que dê tudo certo. Com estas precauções, sua única preocupação será em preparar o melhor roteiro para sua viagem

O Sistema Costa Norte de Comunicação atua no litoral paulista há mais de vinte anos levando informação a toda a população com seriedade e imparcialidade

Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@costanorte.com.br

Comercial e parcerias:

contato@costanorte.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Sistema Costa Norte de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por