O prefeito de Bertioga, Caio Matheus, anunciou em live no Facebook na noite desta quarta-feira, 14, a assinatura de uma notificação que encerra o serviço da Viação Bertioga na cidade. A empresa apresentou vários problemas, com sucessivos atrasos nos salários dos funcionários, paralisações e, na manhã de hoje, o aviso de demissão em massa por Whatsapp. 

Participe dos nossos grupos ➤ http://bit.ly/COSTAINFORMA8 📲 Informe-se, denuncie!

O prefeito declarou também que a empresa sequer está com a documentação em dia, e passa por uma delicada situação financeira que a impede de manter as obrigações básicas.

Segundo afirmou, todos os problemas apresentados, além do não cumprimento de frota mínima e ineficiência no serviço, permite o dispositivo legal do encerramento do contrato. Ele destaca que tudo isso tem causado "prejuízos para todos os usuários do transporte público, que é um direito de todos e essencial, que não pode sofrer interrupção".

"Temos agora uma legalidade. Eu, como prefeito, no dia de hoje, estou dando um basta na Viação Bertioga. Eu acabo de determinar que seja extinto por definitivo o direito da prestação de serviço da Viação Bertioga", disse. Ao mesmo tempo, Caio Matheus revelou já ter em mãos também a determinação para contratação emergencial de uma empresa que possa assumir o transporte público. 

Ele afirma que, uma das exigências à nova empresa, é da recontratação dos funcionários demitidos pela Viação Bertioga, além da contratação de mão de obra local. 

"A Viação Bertioga já deu, deixou a população na mão. [...] Estamos resolvendo os problemas de uma vez por todas", exclamou, lembrando que a população não pode ficar sem transporte público.