Arquivo 19/05/2015--29

Redação
Publicado em 18/05/2015, às 21h00 - Atualizado em 23/08/2020, às 16h31

FacebookTwitterWhatsApp

24 anos Edição especial de emancipação de Bertioga 29 primeira de Bertioga, ele parou de vender me - dicamentos. Muitos compravam fiado, uma prtica usual, de confiança, que existia na - ca, mas pagavam. Hoje, a filha Dulce Bitencourt Abdala e a neta Elizabete comandam o tradicional comér - cio, o atual Tem Tem, na avenida Vicente de Carvalho, no Centro. Aliás, uma curiosidade: o vel que abriga o armazé o único na ci- dade que mantém as mesmas características da época do patriarca da família. Eram nove filhos, quatro mulheres e cinco homens. Zoraide lembra: u tinha muita von - tade de estudar, meu pai não deixava nós ir - mos sozinhas para Santos. Fiz até o quarto ano e não segui os estudos porque não havia nada em Bertioga, além do ensino fundamental. Também a cultura libanesa foi preservada: as mulheres não trabalhavam e nem podiam ficar na rua. Vez ou outra, elas podiam trabalhar na venda, lavando os copos. Dada à localização de sua primeira loja, João Sabino Abdala sabia de tudo o que aconte - cia, como quem chegava e quem partia. Diante disso, fez muitos amigos de Santos, Guarujá e de São Paulo, tais como José Erio de Moraes, pai de Antonio Erio, e Jânio Quadros, que fre - quentavam a venda. Nela, também se reuniam Movimentação no antigo embarcadouro, onde atualmente localiza-se o píer Licurgo Mazzoni, atraiu a atão de João Sabino Foto Arquivo JCN

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!