Arquivo 19/05/2013--18

Redação
Publicado em 18/05/2013, às 21h00 - Atualizado em 23/08/2020, às 16h33

FacebookTwitterWhatsApp

Jornal Costa Norte - 19 de maio de 2013 · Edição especial de emancipação: Bertioga 22 anos 18 Atendimento personalizado Inspirada por um exemplo de em- preendedorismo exibido em um progra- ma televisivo, Nubia Cota teve a ideia de iniciar a venda itinerante de roupas com o auxílio de uma van, dotada, in- clusive, de provadores em seu interior. Antes disso, ela já possuía uma clientela por ter iniciado a atividade como saco- leira. “Permaneci desta forma por cerca de dois anos, mas, na época, a minha vontade era montar uma loja. Porém, aqui eu vejo que as pessoas procuram por sacoleiras, gostam deste contato maior. Eu acho que é um pensamento de cidade do interior”, comentou. As vendas com o veículo da Nú- Vest iniciaram há quase dois anos, mas Nubia fez um planejamento prévio de seis meses, com a orientação do Se- brae, para a implantação deste sistema de comercialização. Com tudo pronto, ela trabalhou por um ano. Mas, ao fim da temporada, sofreu um acidente de trânsito que atrapalhou seus negócios. “O acidente não me trouxe muitos pre- juízos porque o carro estava vazio, mas fiquei parada por sete meses. O comér- cio, que começava a dar lucro, já que o investimento foi muito alto, teve que ser temporariamente interrompido por três meses”. Mas nem tudo na vida são espinhos e, assim que Nubia retornou à ativa, seu comércio teve uma intensa procura pelos antigos clientes. O atendimento personalizado cria um vínculo entre o cliente e o vende- dor, por isso, é demorado e restringe o número de atendimentos diários, mas também tem seu lado positivo em re- lação a um ponto fixo. “Em uma loja, se entrar cliente vende, se não entrar, não, mas na loja com rodas eu vou até a pessoa. Por isso, dá para atender com mais frequência”. Além disso, a experiente Nubia ajuda os clientes, atuando também como consultora de moda. “Eu entendo bem do que eu faço, e as pessoas perguntam e confiam nos meus conselhos. Quando não está de acordo com o gosto, ofereço outras opções que combinem”, revelou. Para a empresária, os principais problemas para o seu negócio são as ruas esburacadas, que causam avarias no veículo, e o valor do alvará, até três vezes mais caro do que o de uma loja física. Mesmo assim, Nubia comemora o resultado de seu serviço, que fideliza a clientela. “Uma pessoa bem atendida Desenvolvimento Rede de comércios e serviços tem crescido na cidade Foto Aline Pazin “A cidade está mudando. Eu acho que as obras de reurbanização estão colaborando para movimentar o comércio, além, sem dúvida, da construção de novos prédios” Sonia Maria Nogueira Galvão, da Blue Night Decorações

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!