Arquivo 19/05/2013--104

Redação
Publicado em 18/05/2013, às 21h00 - Atualizado em 23/08/2020, às 16h34

FacebookTwitterWhatsApp

Jornal Costa Norte - 19 de maio de 2013 · Edição especial de emancipação: Bertioga 22 anos 104 Patrimônio da cidade e do país Marcos históricos O Forte São João e a Usina Itatinga constituem-se em relevantes exemplos da importância da cidade no contexto histórico e cultural, em âmbito regional e nacional Ele representa uma rica fase dos primórdios do povoamento do Brasil, nos idos de 1532; ela, mais jovem, mas não menos importante, data do início do século XX, 1910. O Forte São João e a Usina de Itatinga, mais que patri- mônios nacionais, são motivo de mui- to orgulho para os bertioguenses. Co- nheça a história destes dois gigantes. Forte São João Após três décadas da chegada de Pedro Álvares Cabral em solo brasi - leiro, em 1531, o primeiro governa- dor do Brasil Martin Afonso de Souza mandou recolher as velas de suas naus em frente às acolhedoras águas de Buriquioca, a antiga denominação de Bertioga. O fidalgo de D. João III re- tornava de longa viagem pelo Atlânti - co Sul e região do Rio da Prata, com o propósito de colonizar o Brasil - terra cobiçada por espanhóis e franceses. Historiadores registram que Mar- tin Afonso sentiu-se atraído pela be- leza da região, mas foi convencido por João Ramalho a se deslocar para o sul, região de Tumiarú, onde fun- dou São Vicente, em 22 de janeiro de 1532. Antes de partir, no entanto, Martin Afonso mostrou-se prudente e homem de visão, ao deixar alguns ho- Por Eleni Nogueira O Forte São João é um dos cartões postais da cidade Foto Marcos Pertinhes Posição geográfica de Bertioga dava-lhe a condição de ponto estratégico de defesa da região e da Vila de São Vicente, o que motivou os portugueses a fortificá-la

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!