Arquivo 19/05/2012--38

Redação
Publicado em 18/05/2012, às 21h00 - Atualizado em 23/08/2020, às 17h55

FacebookTwitterWhatsApp

40 Desenvolvimento Economia De acordo com Luiz Augusto, o empreendimento gera mais de 50% do valor arrecadado de IPTU no municí - pio e emprega hoje mais de 5 mil pes- soas diretamente, e outras 10 mil indi- retamente, ou seja, só a massa salarial da Riviera de São Lourenço representa R$ 150 milhões por ano para Bertioga. Com o empreendimento completo, este número deve saltar para R$ 300 milhões. “Não dá para você pensar em preservação ambiental, sem cresci - mento econômico. O pior inimigo do meio ambiente é a miséria. Contra ela, nossa natureza não tem chances”, afir - ma o diretor. Luiz Augusto ainda questiona: “Por que não pensarmos na Bertioga que queremos para 2030? Nestes próximos 25 anos, o que queremos para Bertio- ga? Como ela vai crescer? Temos dois tipos de crescimento: o bom, que gera emprego e renda, e o ruim, que só gera despesa para a cidade. Sabemos que Ber- tioga não vai parar de crescer, mesmo porque, não podemos colocar uma placa na entrada da cidade, mandando as pes- soas se dirigirem para a próxima, com o aviso: estamos lotados. O município vai continuar crescendo e o melhor é que cresça de forma saudável. Como? Preser- vando seus parques, que hoje já somam mais de 95% de sua extensão territorial e criando áreas para o desenvolvimento econômico e social.” Estrutura completa Faltam cerca de 35% de ocupação para a conclusão do empreendimento Riviera de São Lourenço, segundo Luiz Augusto. Na zona turística, verticaliza - da, faltam cerca de 15%. “Nesta área final, localiza-se a marina do empre - endimento. Temos ainda módulos de casas e outros comerciais e de serviços junto à rodovia Rio-Santos”. Dentre estes trabalhos finais, o Social Na área social, a Riviera de São Lou- renço possui três frentes: Projeto Clo- rofila, Vida Saudável e Fundação 10 de Agosto. O Projeto Clorofila há 20 anos contempla a educação ambiental com trabalhos desenvolvidos em par- ceria com as escolas do município. O Vida Saudável, sob a responsabilidade da Associação dos Amigos da Riviera, também trabalha com as crianças do município em atividades sociais e es- portivas. E a Fundação 10 de Agosto, entidade sem fins lucrativos, com 19 anos de atividades, foca-se na melhoria da qualidade de vida da comunidade de Bertioga, oferecendo inúmeros cur- sos profissionalizantes, além de inicia- tivas como a orquestra formada com músicos jovens e crianças. A Fundação já formou mais de 1 mil pessoas nos mais diversos tipos de atividade. « O verde merece atenção especial com trabalhos constantes de manutenção » Foto Pedro Rezende/arquivo

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!