Arquivo 19/05/2012--15

Redação
Publicado em 18/05/2012, às 21h00 - Atualizado em 23/08/2020, às 16h34

FacebookTwitterWhatsApp

17 Foto Aline Pazin porte do pessoal de manutenção da Usi - na Hidrelétrica de Itatinga, com atraca - douro às margens do Rio Itapanhaú. Na década de 1930, a Cia. Santense de Navegação, subvencionada pelo es - tado, passou a executar a travessia entre Bertioga e Santos pelo Canal de Bertio - ga, por meio de barcas, em uma cansati - va viagem de, no mínimo duas horas. A primeira alternativa via terrestre surgiu no final de 1930, uma estrada de roda - gem entre a Praia do Perequê, em Gua - rujá, e o Canal de Bertioga, construída pelo empresário Antônio Ermírio de Moraes, que na época havia adquirido um imóvel no bairro do Indaiá. Na década de 1940, Bertioga come - çou a se destacar como centro balneário. Em 1946, um grupo de comerciantes resolveu construir a primeira colônia de férias do Brasil, justamente na tranquila e pacata Bertioga. Nasceu, assim, a Co - lônia de Férias Ruy Fonseca - Sesc Ber - tioga, inaugurada em 31 de outubro de 1948. Hoje a maior da América Latina. Em 1954, a estrada de rodagem criada por Antônio Ermírio de Moraes passou à jurisdição do Departamento de Estrada de Rodagem - DER, quan - do foi inaugurado o serviço de balsas. Contudo, apenas no final de 1958 a via Guarujá-Bertioga foi asfaltada. Deu-se início, então, à construção de residên - cias de veraneio, principalmente na re - gião da Praia da Enseada. Em 1959, o serviço de travessia en - tre as cidades de Guarujá e Bertioga re - gistrou o número de 13.290 veículos. No ano seguinte, passou para 29.438. Uma mostra do que viria pela frente. Foto Marcos Pertinhes/PMB « Serviço de travessia por balsas foi inaugurado em 1954. Atualmente o movimento médio diário é de 600 veículos, segundo a Dersa » « Turismo de veraneio teve início a partir da região da praia da Enseada »

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!