SP começa a ter declínio na curva de óbitos por covid-19, diz Doria | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte

Sistema Costa Norte de Comunicação

Logo do Jornal Costa Norte

SP começa a ter declínio na curva de óbitos por covid-19, diz Doria

Da Redação
01 de julho de 2020 às 16:00

Completando 100 dias de quarentena hoje, 1º, o estado de São Paulo começa a mostrar declínio na curva de óbitos pelo novo coronavírus e pode estar entrando em um platô - situação de pico contínuo, com estabilidade de indicadores. A afirmação é do governador de São Paulo, João Doria. O estado ultrapassou hoje a marca de 15 mil óbitos provocados pelo novo coronavírus.

Participe dos nossos grupos ℹ https://bit.ly/COSTA6   🕵‍♂Informe-se, denuncie!

"Dados do nosso comitê de saúde indicam uma mudança na curva da pandemia no estado de São Paulo, especialmente na capital paulista", disse o governador hoje, 1º. "Fechamos o mês de junho na margem inferior da projeção de óbitos. Centenas de vidas foram poupadas em junho. Pela primeira vez, desde o início da pandemia, tivemos um leve declínio na curva de vítimas fatais. Conseguimos reduzir em 144 falecimentos na última semana [na comparação com a semana anterior]. Não quero ser otimista e nem pessimista. Quero ser realista. Esses dados nos dão esperança de que São Paulo está chegando próximo do platô, que é a faixa superior e terá uma certa horizontalidade. Na sequência, esperamos o decréscimo de pessoas infectadas e principalmente de vítimas", acrescentou.

A taxa de letalidade da doença no estado, e que demonstra a gravidade da doença entre os que estão infectados, está atualmente na faixa de 5,2%. Mas, segundo o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, há 57 municípios do estado que apresentam uma taxa de letalidade acima de 10%, o que preocupa o governo. "O governo do estado vai fazer duas ações importantíssimas com esses 57 municípios. Vamos fazer uma política de testagem mais contundente e, no paralelo, uma vez que nenhum deles tem uma ocupação [de leitos] superior a 80%, também faremos uma qualificação das equipes de saúde", disse Vinholi.

Balanço do estado

São 15.030 óbitos contabilizados, 267 deles nas últimas 24 horas, acréscimo de 1,8% em relação ao dia anterior. "Isso tem se repetido [a mesma porcentagem de aumento em relação ao dia anterior]. Isso significa que podemos já estar em um platô [de óbitos] no estado de São Paulo", falou José Henrique Germann, secretário estadual da Saúde.

Até este momento, o estado registra 289.935 casos confirmados da doença, com 8.555 novos casos contabilizados nas últimas 24 horas. "No acréscimo de casos de ontem para hoje, 55% foi decorrente de casos ativos", disse Germann.

Tanto o número de casos quanto o de óbitos fecharam o mês de junho dentro da previsão que era estimada pelo Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo. A projeção era de até 290 mil casos e 18 mil mortes até o final do mês.

O estado contabiliza ainda 157.845 pacientes recuperados da doença, entre pessoas que estiveram ou não internadas. "É o estado do país com maior número de pacientes recuperados", disse Doria.

Há 5.422 pessoas internadas em unidades de terapia intensiva (UTI) de todo o estado, em casos suspeitos ou confirmados de coronavírus, e 7.999 em enfermarias. A taxa de ocupação de leitos de UTI no estado está em torno de 64,4%, enquanto na Grande São Paulo a média gira em torno de 65,4%.

Estabilidade na região metropolitana e aumento no interior

Dados apresentados hoje, 1º, pelo Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo demonstraram que a capital paulista vem demonstrando certa estabilidade no número de mortes provocados pelo coronavírus nas últimas seis semanas, que correspondem às semanas epidemiológicas 21 e 26.

Nesse intervalo, a capital apresentou 699 mortes na 21ª semana epidemiológica, 748 na 22ª semana, 662 na 23ª semana, 698 na 24ª semana, 772 na 25ª semana e 611 na semana passada, a semana 26. "Estamos há seis semanas sem demonstração de crescimento no número de óbitos [na capital]", disse João Gabbardo, secretário-executivo do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo.

Já no interior, os dados mostram um avanço crescente das mortes nessas semanas, com 658 mortes na 21ª semana, 739 (semana 22), 864 (semana 23), 825 (semana 24), 1.141 (semana 25) e 1.158 (semana 26).  "No interior, diferente da capital, o número continua aumentando nas últimas semanas. Só no comparativo da semana 25 com a semana 26 é que os dados ficaram sem demonstração de crescimento", explicou Gabbardo.

Na comparação entre o dia 3 de junho e 30 de junho, a capital paulista apresentou acréscimo de 90,36% no número de casos e de 56,92% em relação aos óbitos. Já no interior, a variação nesse mesmo período foi muito superior: 172% de aumento no número de casos e de 104,76% no número de óbitos. "No final do mês de junho, a diferença [entre capital e interior] é bem maior, mostrando o crescimento ou pelo menos estabilização de casos no interior e uma redução no número de óbitos na capital", disse Gabbardo. 

Comentarios

Previsão do tempo


MÁX

MIN

Estradas

Segurança

Colunas e Blogs

Geral

Política

Esporte

Variedades

Horóscopo Cigano

Horóscopo Cigano - 30 de julho a 6 de agosto

  • COROA - 30 de julho a 6 de agosto

     (20 DE ABRIL A 20 DE MAIO) Fase de revoluções onde você vira o jogo e busca respostas de uma maneira mais agressiva, é preciso ter cautela com as palavras para não ter problemas maiores. Cuidado para não confundir o seu relacionamento amoroso com suas questões profissionais. Bom momento para cuidar da sua saúde física e espiritual, buscando o equilíbrio para lidar com algumas questões particulares. Questões familiares são melhores resolvidas depois de uma conversa amiga.

  • CANDEIAS - 30 de julho a 6 de agosto

     (21 DE MAIO A 20 DE JUNHO) O momento não te favorece muito, porém tudo pode mudar dentro de um determinado tempo, basta você saber lidar com todas as situações e não se precipitar diante dos fatos. Cuide-se mais em questões profissionais, fuja do comodismo e arrisque um pouco mais, as questões que te rondam podem não estar favoráveis mas isso não quer dizer que você não tenha a capacidade para dar a volta por cima. Saiba lidar com todas as situações.

  • RODA - 30 de julho a 6 de agosto

     (21 DE JUNHO A 21 DE JULHO) Fase de renovação, de entusiasmo e muita fé, você se depara com boas respostas porém os dias esclarecem os assuntos e você passa a se preocupar menos, tudo começa a fazer mais sentido enfim até mesmo há uma melhora nas questões de saúde. O momento é de bons pensamentos, bons sentimentos enfim aquela nuvem de preocupações familiares começa a se dissipar e os dias ficam melhores, mais oportunos.

  • SINO - 30 de julho a 6 de agosto

     (23 DE AGOSTO A 22 DE SETEMBRO)  Momento de renovação, de fé e entusiasmo, você volta a agir diante das situações, consegue mudar o que for preciso e vai um pouco mais além daquilo que você precisa. As mudanças favorecem o seu astral, mas você precisa resolver certos assuntos pendentes, encarar de frente certas situações que acabaram te trazendo uma certa dor de cabeça. No amor tente entender a pessoa amada, muitas vezes voc~e age com grosseria sem necessidade.

  • MOEDAS - 30 de julho a 6 de agosto

     (23 DE SETEMBRO A 22 DE OUTUBRO) Você tende a mudar a sua maneira de agir nas questões profissionais, está mais tranquilo(a) diante dos assuntos financeiros porém ainda enfrenta certas dificuldades em particular. Controle-se diante dos fatos, busque a paz acima de tudo, deixe o tempo agir e liberte-se do passado vivendo uma vida mais equilibrada no presente. No amor tudo tende a ficar bem dentro de alguns dias, os relacionamentos começam a acontecer de maneira positiva.

  • ADAGA - 30 de julho a 6 de agosto

    ( 23 DE OUTUBRO A 21 DE NOVEMBRO) Fase de fé e determinação, momento de luz e boas energias astrais, você busca novidades para os seus caminhos, está decidido(a) a inverter as situações e seguir uma nova jornada muito mais positiva. Garra e determinação não vão faltar neste momento de mudanças radicais e sentimentos fortes e intensos, será preciso fôlego para seguir com seus bons planos. No amor será preciso tomar cuidado com as palavras pois sem querer você pode ofender a pessoa amada.

  • FERRADURA - 30 de julho a 6 de agosto

    (22 DE DEZEMBRO A 20 DE JANEIRO) Dias de luz e alegrias, momento de boas realizações e novidades que mudam o seu astral, é hora de agir diante das questões, favorecer a sua vida de maneira positiva. Concentre-se mais em seus objetivos, busque a paz espiritual para os seus caminhos, não se deixe levar pelos imprevistos que rondam a sua vida. Esqueça o passado e viva o presente, corra atrás dos seus objetivos com mais intensidade e muita fé.

  • TAÇA - 30 de julho a 6 de agosto

     (21 DE JANEIRO A 29 DE FEVEREIRO) Será preciso muito equilíbrio e muita compreensão de sua parte para virar o jogo diante das questões, não se deixe levar pelos fatos, faça o que for preciso para vencer seus obstáculos, deixe pra lá tudo aquilo que só atrapalha os seus caminhos, vá viver as suas oportunidades de maneira positiva sem se deixar levar pelos acontecimentos. Mudanças em sua maneira de pensar e de agir, reviravoltas favoráveis que trazem a ti uma alegria a mais para continuar, para criar uma nova história.

  • CAPELA - 30 de julho a 6 de agosto

     (20 DE FEVEREIRO A 20 DE MARÇO) Você decide seguir com mais fé e entusiasmo, porém ainda enfrenta certas situações de maneira firme e decidida, sabe que está enfrentando grandes batalhas porém ainda mantém o foco dos seus objetivos. Mudanças costumam acontecer em seus caminhos para que você aprenda a se desapegar de situações nada favoráveis. Tente manter o foco dos seus objetivos e se liberte de tudo aquilo que de uma certa maneira te perturba.

  • PUNHAL - 30 de julho a 6 de agosto

     (21 DE MARÇO A 20 DE ABRIL)  Momento de reorganizar seus planos buscando o equilíbrio diante de todos os assuntos.No amor tente ser compreensivo(a) para não resultar num término desnecessário. Tudo tem o tempo certo para acontecer portanto não insista em algo que ainda está longe de te dar uma resposta positiva, você pode estar perdendo tempo e outras boas oportunidades que com certeza te trarão melhores respostas profissionais e financeiras.

  • ESTRELA - 30 de julho a 6 de agosto

     (22 DE JULHO A 22 DE AGOSTO)  Fase de amor e fé, momento de boas realizações e de novidades que esclarecem os seus ideais, é hora de seguir em frente, aceitar os fatos e virar o jogo com mais entusiasmo e alegria, embora ainda existam certas questões a serem resolvidas você segue a sua intuição e as respostas surgem de maneira satisfatória em seus caminhos. Na busca de dias melhores tudo começa a acontecer de maneira positiva, você se liberta dos seus medos e encara uma nova jornada.

  • MACHADO - 30 de julho a 6 de agosto

     ( 22 DE NOVEMBRO A 21 DE DEZEMBRO) Boas vibrações, maravilhosas respostas, momento de luz e alegrias, fase de paz, de união e reviravoltas favoráveis em seus caminhos. Mudanças necessárias e oportunas surgem e você se depara com situações agradáveis que incentivam os seus bons projetos. Cuide-se bem sempre e não se deixe levar pelos imprevistos ao seu redor, continue focado(a) em seus objetivos pois você já sentiu que tudo tende a dar certo. No amor novas respostas surgem porém seu foco é outro nos dias de hoje.