270127012701Geral06T0403021002

Redação
Publicado em 07/02/2018, às 14h27 - Atualizado em 23/08/2020, às 16h23

FacebookTwitterWhatsApp

Projeto que torna Pedras do Sino patrimônio é aprovado

Divulgação/PMI

Pedras do Sino emitem sons metálicos ao serem tocadas

Ilhabela

Da redação

Na sessão de abertura dos trabalhos legislativos da Câmara Municipal de Ilhabela, na terça-feira, 6, com votação favorável de todos os vereadores, foi aprovado o projeto de lei 31/2017, do vereador Marquinhos Guti (DEM), que institui as pedras do Sino como patrimônio histórico-cultural e turístico do arquipélago.

As pedras ficam na praia de Garapocaia, a 11 quilômetros ao norte da estação das balsas e a 4,5 quilômetros da Vila, e é mais conhecida como praia da Pedra do Sino, cujo nome decorre da emissão de um som metálico quando se bate nelas. O objetivo do projeto de lei, explica o vereador, é que sejam instalados equipamentos de apoio e suporte para vista panorâmica e acessos entre as pedras, além de se manter guias turísticos no local e disponibilizar martelos especiais que não danifiquem a qualidade e a acústica das pedras: “É um resgate à nossa cultura e a preservação de um patrimônio do município”, completou. Medicamentos disponíveis Na primeira sessão de 2018, também foi aprovado o projeto de lei 113/2017, do vereador Mateus Pestana (PCdoB), tornando obrigatória a publicação da relação dos medicamentos disponíveis para distribuição na rede municipal de saúde de Ilhabela não só nas Unidades Básicas de Saúde, no Hospital Mário Covas e na Secretaria de Saúde, mas também no site da prefeitura.

Agora, aguarda-se a apreciação do prefeito Márcio Tenório para os dois projetos de lei.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!