1306Geral02T01

Redação
Publicado em 10/06/2020, às 12h53 - Atualizado em 24/08/2020, às 07h57

FacebookTwitterWhatsApp

Guarujá flexibiliza esportes individuais nas praias

Caminhantes, corredores e surfistas podem voltar à orla, porém, apenas em horário pré-determinado

Helder Limal

Medida é válida para a partir da próxima segunda-feira, 15

Guarujá

Da redação

A prática de esportes individuais na orla das praias de Guarujá estará liberada a partir da próxima segunda-feira, 15. É o que consta no decreto municipal nº. 13.712, publicado no Diário Oficial do Município desta quinta-feira, 11. Ele faz parte da série de providências que a cidade toma após a entrada da baixada santista na faixa laranja do Plano SP, do Governo do Estado, que dá mais autonomia para os municípios tomarem decisões acerca das restrições e flexibilizações durante o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

Caminhadas e corridas podem ser feitas a qualquer horário do dia nos calçadões. Porém, se os praticantes optarem por realiza-las na faixa de areia, terão de obedecer o horário determinado para tal: das 6 às 10 horas. A prática em ambos os locais é condicionada ao respeito do distanciamento mínimo de 5 metros entre os caminhantes e 10 metros entre os corredores.

Também os surfistas poderão retornar às águas a partir da próxima segunda-feira, 15, mas com horário restrito das 6 às 10 horas. Estão permitidas as modalidades prancha, longboard, bodyboard, standup, standup paddle e kitesurfe. Além deles, podem ir ao mar caiaques e canoas individuais. A permanência de pessoas no mar e faixa arenosa estão condicionadas apenas à prática dos esportes individuais, respeitando os horários indicados e as regras de distanciamento. Ou seja, quaisquer outras hipóteses continuam proibidas. Nos feriados, pontos facultativos e feriadões prolongados, as práticas citadas acima seguem proibidas. Segundo a prefeitura, o objetivo é desestimular a vinda de pessoas de pessoas de outras cidades. Por fim, o texto coloca que todas as permissões contidas podem ser reavaliadas a qualquer momento, a depender da dinâmica da pandemia no Município, que é medida pelos boletins diários emitidos pela Secretaria de Saúde. Todo o regramento será monitorado pela Fiscalização Municipal, com apoio da Guarda Civil Municipal (GCM).

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!