O reajuste contratual anual dass tarifas de pedágios das rodovias estaduais paulistas concedidas entrará em vigor a partir da meia-noite do dia 1º de dezembro. O reajuste é realizado após adiamento de quase seis meses, em decorrência da pandemia de covid-19, e foi publicado no Diário Oficial do Estado de sexta-feira, 20. 

Participe dos nossos grupos ➤ https://bit.ly/COSTAINFO3 📲 Informe-se, denuncie!

Os motoristas com destino à Baixada Santista ,que antes pagavam R$ 27,40, agora terão que desembolsar R$ 28,00 tanto pela Anchieta quanto pela Imigrantes. 

O reajuste deveria ter entrado em vigor em 1º de julho, conforme estabelecido em contrato de concessão válido para as rodovias das três primeiras etapas do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo, mas foi postergado em razão da pandemia. 

De acordo com a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), as tarifas contratuais das concessionárias que integram as primeiras e segunda fases do programa de concessões, bem como as do Rodoanel nos trechos Leste, Sul e Oeste e as da concessionária Entrevias, serão reajustadas em 1,88% – índice relativo ao IPCA acumulado entre junho do ano passado e junho deste ano. 

As concessionárias da primeira fase são: CCR Autoban, AB Colinas, Ecovias, Intervias, Renovias, CCR SPVias, Tebe, Triângulo do Sol e CCR ViaOeste. Pertencem ao segundo lote as concessionárias CART, Ecopistas, RodoAnel, Rodovias do Tietê, Rota das Bandeiras, SPMar e Via Rondon.

O pedágio da Rodovia Cônego Domênico Rangoni, em Santos, passará de R$ 12,80 para R$ 13,00. Ainda na Região, a praça da Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, em São Vicente, não terá reajuste, em razão dos arredondamentos, mantendo os atuais R$ 7,60. 

Confira a tabela completa: http://www.artesp.sp.gov.br/Style%20Library/extranet/rodovias/pedagios.aspx.