ARREPENDIDO E DEMITIDO

Jogador da seleção de vôlei pede desculpas por homofobia, mas é demitido do clube

Jogador de vôlei Maurício Souza criticou personagem bissexual em postagem, mas pediu desculpas por vídeo após duas semanas. Minas Tênis Clube rescindiu seu contrato nesta quarta

Da redação
27/10/2021 às 18:09.
Atualizado em 27/10/2021 às 18:13
Maurício pediu desculpas por vídeo no Instagram nesta quarta-feira (Divulgação/Minas Tênis Clube)

Maurício pediu desculpas por vídeo no Instagram nesta quarta-feira (Divulgação/Minas Tênis Clube)

O jogador de vôlei e atleta de seleção brasileira, Maurício Souza, publicou nesta quarta-feira (27) um vídeo pedindo desculpas 'a quem se sentiu ofendido' com suas recentes declarações homofóbicas nas redes sociais.

A polêmica surgiu há duas semanas, quando a DC Comics anunciou que o novo Super-Homem, filho de Clark Kent, se descobrirá bissexual. À época, o jogador criticou a decisão da editora. "A é só um desenho, não é nada demais. Vai nessa que vai ver onde vamos parar…", escreveu o atleta do Minas Tênis Clube em seu Instagram, no útimo dia 12.

Jogador criticou editora em postagem no último dia 12 (Divulgação/Instagram)

No mesmo dia, uma reunião entre a diretoria do Minas e os patrocinadores do clube tratou sobre o assunto. Entendeu-se que não havia clima para Maurício atuar nos próximos jogos e, por isso, ele seria afastado. Além do afastamento, a equipe aplicou uma multa e exigiu uma retratação, que foi divulgada hoje por meio de um vídeo.

Mesmo após a 'retratação', o Minas decidiu rescindir o contrato de Maurício. A decisão do clube foi anunciada no fim da tarde desta quarta-feira.

"Vim aqui para pedir desculpas a todos que se sentiram ofendidos com a minha opinião, por eu defender aquilo que eu acredito. Não foi a minha intenção. Assim como vocês defendem o que vocês acreditam, eu também tenho o direito de defender o que eu acredito. E precisamos brigar por isso", disse Maurício.

"Infelizmente a gente não pode mais dar opinião, não pode mais colocar os valores acima de tudo, os valores de família, os valores do que a gente acredita. Mas os valores de vocês a gente tem que respeitar a qualquer custo, ou a gente é taxado como homofóbicos ou preconceituosos. Eu não concordo com isso.", completou.

Confira abaixo o vídeo publicado pelo atleta.

O Sistema Costa Norte de Comunicação atua no litoral paulista há mais de vinte anos levando informação a toda a população com seriedade e imparcialidade

Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@costanorte.com.br

Comercial e parcerias:

contato@costanorte.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Sistema Costa Norte de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por