O ex-jogador Muller esteve nesta terça-feira em frente ao CCT da Barra Funda para manifestar sua insatisfação com o momento do São Paulo. No último domingo, o ídolo do Tricolor e comentarista da TV Gazeta havia falado que faria um protesto caso a equipe empatasse com o Botafogo. O clube do Morumbi foi derrotado pelo Alvinegro, e Muller cumpriu sua promessa.

Durante o programa Gazeta Esportiva nesta terça-feira, o ex-atleta exibiu cartazes com dizeres como “vergonha” e “time pipoqueiro”, além de relembrar seus feitos no Morumbi.

“Prometi e estou cumprindo. Estou aqui em frente ao CT de um clube em que ganhei 13 títulos. Hoje a minha indignação é essa, passar a vergonha de perder para o Botafogo. Eu falei no Mesa (Redonda) e fui bonzinho, disse que se empatasse com o Botafogo iria protestar no CT. Mas perdeu para o Botafogo”, declarou.

A derrota para o Botafogo, na segunda-feira, impediu que o São Paulo garantisse vaga na fase de grupos da Libertadores. O clube carioca já está rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro e conquistou apenas 27 pontos em 37 jogos.

Muller também projetou o duelo entre São Paulo e Flamengo, válido pela última rodada do Brasileirão. O Rubro-Negro vai ao Morumbi em busca de uma vitória para assegurar o título da competição. Para o ex-atacante, a equipe carioca é amplamente favorita.

“São duas situações diferentes. O São Paulo já está jogando mal há muito tempo, e o Flamengo começou a subir de quatro jogos para cá. O Rogério Ceni acertou a zaga recuando o Arão e colocando o Diego de volante. O Flamengo vem com qualidade, com a confiança lá em cima, diferente do São Paulo, que hoje é um time desfigurado. O Vizolli não tem culpa nenhuma”, disse Muller.

Por fim, o comentarista da TV Gazeta elegeu o maior vexame do São Paulo na temporada. Muller lembrou da eliminação para o Mirassol nas quartas de final do Campeonato Paulista e da derrota para o modesto Binacional, do Peru, pela Libertadores, mas fez questão de destacar o revés por 4 a 2 para o Red Bull Bragantino.

“Acho que todas as eliminações para Mirassol, Binacional… River (Plate), não porque tem qualidade. Acho que todas essas eliminações são um fracasso, uma vergonha. E a goleada para o Bragantino, que é um time pequeno. O Inter é time grande, é diferente, mas o Bragantino foi um dos maiores vexames do São Paulo nessa temporada”, concluiu.

Pelo São Paulo, Muller conquistou quatro Campeonatos Paulistas, uma Recopa Sul-Americana, uma Supercopa Libertadores, dois Campeonatos Brasileiros, duas Libertadores e dois Mundiais de Clubes. Além dos títulos, também é o sétimo maior artilheiro da história do Tricolor, com 160 gols em 387 partidas.Gazeta Esportiva