Divulgado nesta terça-feira, 15, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019 mostra que a rede municipal de ensino de Guarujá tem seu melhor índice da história relativo ao ensino fundamental II. Neste nível de ensino (6º ao 9º ano), a cidade apresentou índice de 5,4 no Ideb do ano passado, o melhor desde que o Índice passou a ser medido em Guarujá, em 2005.

Participe dos nossos grupos http://bit.ly/COSTAINFO5 📲 Informe-se, denuncie ℹ

Os dados demonstram também que Guarujá ultrapassa a meta nacional, projetada em 4,9, superando também o índice médio atingido pelo Estado de São Paulo, de 5.2. As informações são do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Criado em 2007, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica é formulado para medir a qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino. É calculado a partir da taxa de rendimento escolar (aprovação) e as médias de desempenho nos exames aplicados pelo Inep. Os índices de aprovação são obtidos a partir do Censo Escolar, que é anual.

Guarujá conta com 12 escolas de ensino fundamental II com alunos de 9º ano. Deste total, nove atingiram suas próprias metas, sendo que sete superaram as metas estabelecidas pelo Inep para 2019, atingindo, inclusive, índices previstos apenas para 2021.

“O resultado é muito satisfatório. Atingimos ótimos índices, com muitas escolas batendo as metas de 2019, inclusive alcançando metas estipuladas para o próximo Ideb em 2021”, analisa o secretário de Educação, Esporte e Lazer (Sedel) de Guarujá, José Roberto Galvão, que atribui o resultado a algumas das ações desenvolvidas.

Ele enumera algumas delas, como o Plantão Pedagógico, Hora do Trabalho Pedagógico Coletivo (HTPC) nas unidades, aulas “D”, aplicação de simulados, orientações técnicas para as equipes gestoras, acompanhamento pedagógico bimestral detalhado por unidade, formações aos orientadores de ensino e professores, repasse aos alunos dos resultados obtidos em avaliações, entre outras atividades.

“Para o próximo Ideb, a Prefeitura pretende ampliar as formações aos professores, projetos de leitura, além da intensificação do uso das novas tecnologias e ferramentas, para que seja mais um resultado positivo”, complementou o secretário.

Evolução - Guarujá - Fundamental II 

2005 – 3,8

2007 – 3,7

2009 – 3,7

2011 – 4,2

2013 – 3,9

2015 – 4,8

2017 – 5,2

2019 – 5,4

Ensino fundamental I também registra bons resultados

O resultado divulgado nesta terça (15), também inclui os anos iniciais (1º ao 5º) do Ensino Fundamental. Para este nível de ensino, Guarujá superou a meta projetada para o Ideb 2019: o projetado era 6,0 e o Município alcançou 6,1. Das unidades de fundamental I com índices observados, 13  escolas  atingiram a meta de 2019 e nove atingiram as metas previstas apenas para 2021.