Ácido tranexâmico: substância boa para a pele

Quem sofre de melasma finalmente encontrou uma substância para ajudar no clareamento da pele. Conheça o ácido tranexâmico!

MateusPublicado em 21/09/2021 às 11:33Atualizado há 23/09/2021 às 12:07
 (Unsplash)

(Unsplash)

Nos últimos anos, os ácidos começaram a fazer parte da rotina de cuidados com a pele da população. O mais famoso provavelmente é o hialurônico, que, graças à sua enorme capacidade de retenção de água, mantém a pele bonita e saudável. Popular em procedimentos estéticos, também aparece em cremes e até mesmo tratamentos capilares.

Outro ativo muito popular é o ácido mandélico, derivado das amêndoas amargas e ótimo esfoliante para a pele sensível. Com isso, ele consegue proporcionar a renovação celular e manter o viço.

Agora, o mercado trouxe uma novidade capaz de transformar a pele de quem sofre com manchas: o ácido tranexâmico. Sua capacidade de clareamento é tão boa que pode tratar até mesmo quem sofre de melasma. Conheça!

O que é ácido tranexâmico?

Trata-se de um agente anti-inflamatório não esteroide (não derivado de hormônios) que inibe o funcionamento do plasminogênio, enzima que se une a coágulos para destrui-los e impedir a formação de tromboses. O problema é que, em pessoas com sangue muito fino, a enzima acaba impedindo que uma hemorragia seja estancada. Nesse momento, o ácido tranexâmico entra em ação.

A substância é muito importante em procedimentos clínicos e médicos, já que ela reduz o risco de hemorragias durante uma cirurgia e também as trata quando já ocorreram. Além disso, ajuda mulheres que sofrem com cólicas e fluxo menstrual muito intenso, pois diminui o volume do sangramento.

Por fim, o ácido tranexâmico inibe a produção de prostaglandinas, substâncias que estimulam a inflamação. Com isso, reduz a inflamação, inibe a dor e reduz ou suprime a febre.

Como o ácido tranexâmico trata a pele?

Como visto, o ácido tranexâmico auxilia bastante na regulação do fluxo sanguíneo que sairá do corpo humano. Mas como essa capacidade auxilia a manter a pele bonita e uniforme?

O ácido tranexâmico impede que o plasminogênio se transforme em plasmina, substância que estimula fatores inflamatórios toda vez que a pele é agredida — pelo sol, por um ferimento ou até pela acne. A plasmina não apenas promove a inflamação, mas também a hiperprodução de melanina no local, que forma cicatrizes escuras.

A grande vantagem, no entanto, é que o ácido tranexâmico, além de evitar o escurecimento de manchas, também trata as que já existem. Por isso, ele consegue clarear e uniformizar o tom da pele, além de diminuir marcas de acne e suavizar manchas causadas pela radiação solar.

Quais as principais indicações do ácido tranexâmico?

Como visto, a substância é muito útil para quem sofre com melasma e manchas solares, mas é no tratamento de melasma que ela se destaca. A diminuição da produção de melanina também diminui consideravelmente a produção dessas manchas. Além disso, o potencial de ardência e irritação local é muito baixo, portanto quem tem pele sensível se beneficia. 

Como utilizar o ácido tranexâmico na rotina de cuidados com a pele?

O ideal é que, antes de começar a utilizar a substância, o usuário converse com um dermatologista de confiança. Ele vai assegurar que o ácido é o mais adequado para o problema do paciente e prescrever a ordem correta de utilização.

No geral, recomenda-se o uso do ácido tranexâmico logo após a limpeza de pele, pois isso permite que ele trate a pele com mais eficácia. Como a substância é bastante fluida, o uso de outros cremes antes pode impedir que ela consiga chegar à região de atuação.

Com a pele seca, pingue de três a cinco gotas do ácido tranexâmico na palma da mão e aplique no rosto com os dedos. Não utilize algodão: além de sugar o produto, ele causa um atrito desnecessário. Se essa aplicação for feita pela manhã, o uso de um filtro solar de amplo espectro (que proteja contra os raios UVA e UVB) é mais que obrigatório. 

Outro fator importante é que, nos primeiros dias, a aplicação do ácido tranexâmico seja em dias alternados, já que a pele estará se acostumando com a nova substância. Dê preferência para aplicá-lo à noite, pois assim evita-se a exposição ao sol.

Assuntos

O Sistema Costa Norte de Comunicação atua no litoral paulista há mais de vinte anos levando informação a toda a população com seriedade e imparcialidade

Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@costanorte.com.br

Comercial e parcerias:

contato@costanorte.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Sistema Costa Norte de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por